Sondagem: PS repetirá nas europeias de maio vitória de 2014

Sondagem da Aximage para o Negócios e o Correio da Manhã

Antonio costa debate quinzenal ps
Antonio costa debate quinzenal ps

O PS deverá repetir, nas eleições europeias de 26 de maio de 2019, a vitória obtida em 2014, de acordo com uma sondagem da Aximage para o Negócios e o Correio da Manhã, um ato eleitoral em que se repetirá um elevado nível de abstenção, desta vez de 64%. Os socialistas obterão 32,6% dos votos, valor ligeiramente acima dos 31,46% registados há cinco anos. Ainda assim, esta subida residual permitirá ao PS aumentar a sua representação parlamentar em Estrasburgo de oito para nove deputados.

O CDS e o Bloco de Esquerda serão os outros dois partidos que deverão eleger mais eurodeputados por comparação com 2014. Segundo a sondagem da Aximage, os centristas registam uma intenção de voto de 8,4%, passando de um para dois deputados, enquanto os bloquistas passam de 4,56% em 2014 para 6,3% em 2019, o que também lhes possibilitará aumentar a sua representação de um para dois deputados.

Nas europeias de maio de 2014, o PSD e o CDS concorreram coligados, tendo alcançado uma votação de 27,71%, o que lhes permitiu eleger sete eurodeputados, sendo seis deles sociais-democratas. Nas eleições deste ano o PSD ficará percentualmente muito distante do PS, com 19,8% dos votos, mas ainda assim conseguirá manter os mesmos seis eurodeputados.

A análise à sondagem da Aximage permite concluir que a CDU e o MPT (Movimento Partido da Terra), poderão ser os dois derrotados deste ato eleitoral. O MPT, que em 2014 foi a quarta força política mais votada com 7,14% dos votos, sobretudo devido à presença do antigo bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho e Pinto, desaparece das intenções de voto e perde os seus dois eurodeputados. Já a CDU, com uma intenção de voto de 11,3% (abaixo dos 12,68% de 2014) poderá descer de três para dois deputados.

Estes resultados estão longe de ser definitivos, devido à existência de um elevado número de indecisos, 15,4%. Ponderando este fator, a Aximage fez também uma projeção com os intervalos do número de eurodeputados que cada partido poderá obter. A saber: PS, oito a 10, PSD, cinco a sete, CDS, dois a três, CDU, dois a três, Bloco de Esquerda, um a dois. Margens que poderão alterar a atual leitura dos dados, transformando um derrotado num vencedor, e o inverso.

Até agora, o PS e o PSD não anunciaram os seus cabeças de lista a estas eleições. Do lado dos socialistas tem sido apontado o nome de Pedro Marques, atual ministro das Infraestruturas, enquanto nas hostes sociais-democratas tem sido noticiado o nome do atual eurodeputado Paulo Rangel. Já o CDS, o Bloco e a CDU, mantêm os cabeças de lista de 2014, respetivamente, Nuno Melo, Marisa Matias e João Ferreira.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.