Suspeito de pertencer ao grupo extremista Estado Islâmico detido em Portugal

Detenção ocorreu na madrugada de domingo

Um português foi detido na madrugada de domingo por suspeitas de apoiar o grupo extremista Estado Islâmico, tendo sido esta segunda-feira ouvido em tribunal, que decretou como medida de coação a prisão preventiva, informaram as autoridades judiciais.

Num comunicado conjunto da Procuradoria-Geral da República e da Polícia Judiciária diz-se também que o cidadão agora arguido está radicado no Reino Unido, a partir de onde desenvolveu atividades de apoio à organização terrorista, "nomeadamente como apoio e facilitador ao movimento de outros nacionais para os territórios do Iraque e do norte da Síria".

As duas entidades explicam que a ação policial que levou à detenção do suspeito de apoiar os combatentes do "estado islâmico" decorreu no âmbito de uma investigação criminal sobre terrorismo, nomeadamente sobre participação de cidadãos nacionais nas fileiras do Estado Islâmico.

"A ação policial ocorreu na madrugada de 16 de junho, efetuando-se em conformidade uma busca domiciliária à residência onde o mesmo (indivíduo) se encontrava", refere o comunicado, que acrescenta que a investigação ainda prossegue e que se circunscreve essencialmente "aos residentes em território nacional dada a relevância processual penal em termos de competências, sendo os casos dos outros nacionais da diáspora tratados diferentemente e em sede própria".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.