Tempestade Leslie foi o maior desastre de sempre da Fidelidade

Seguradora já avaliou mais de 97% dos sinistros, o que representa mais de sete milhões de euros de indemnizações pagas

A tempestade Leslie, que abalou o país há mais de um mês e provocou prejuízos avultados, foi o maior desastre de sempre na história da Fidelidade, em número de participações. Ao todo, a seguradora vai responder a 8.640 ocorrências.

"Este número suplanta largamente o número de participações originadas pelos incêndios de Junho em Pedrogão Grande, que não ultrapassaram as 132, e os dos incêndios de Outubro a Norte do Tejo, que totalizaram 1134 participações", refere a Fidelidade num comunicado enviado às redacções.

Do total das 8.640 ocorrências identificadas, até agora 97% dos sinistros já foram avaliados pela seguradora, o que representa mais de sete milhões de euros de indemnizações pagas, estando ainda as restantes em resolução final, como explica a Fidelidade.

Nos casos em que não seja possível informar os visados sobre a decisão final dentro do prazo de 30 dias, a seguradora diz ainda que vai optar "voluntariamente pelo pagamento do valor do seguro de Multirriscos Habitação". Isto devido à "complexidade técnica desta operação e ao número extraordinário de ocorrências, bem como os danos materiais que este fenómeno atmosférico provocou". 

Na Figueira da Foz, uma das zonas mais afectadas pela tempestade, a estimativa para os prejuízos foi de 37 milhões de euros, com mais de mil casas afectadas e problemas identificados em 120 edifícios públicos.

Autor: Negócios

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias