Trabalhistas vão viabilizar eleições antecipadas no Reino Unido antes do Natal

Perigo de um Brexit sem acordo está afastado

Jeremy Corbyn
Jeremy Corbyn

Jeremy Corbyn anunciou esta terça-feira, 29 de outubro, que vai viabilizar a realização de eleições antecipadas no Reino Unido em dezembro agora que o perigo de um Brexit sem acordo a 31 de outubro está afastado. O líder do Partido Trabalhista argumenta que a extensão do prazo concedida pela União Europeia dá garantias para os próximos três meses. 
 
"Tenho consistentemente dito que estamos prontos para eleições e que o nosso apoio está sujeito ao Brexit sem acordo deixar de estar em cima da mesa", escreveu Corbyn numa declaração citada pela imprensa britânica.  


"Agora nós ouvimos da União Europeia que a extensão do artigo 50 para 31 de janeiro foi confirmado, portanto nos próximos três meses, a nossa condição de não haver um Brexit sem acordo foi atingida", afirmou o líder trabalhista, anunciando que irá lançar a "mais ambiciosa e radical campanha" que o Reino Unido "já viu".

O Partido Trabalhista absteve-se ontem quando o Governo de Boris Johnson pediu ao Parlamento para marcar eleições antecipadas. O pedido acabou por ser chumbado por não ter uma maioria de dois terços. Segundo o The Guardian, os deputados trabalhistas estão divididos no apoio ou oposição às eleições antecipadas.  

A expectativa é que as eleições antecipadas possam ser marcadas para antes do Natal, na primeira quinzena de dezembro, um mês e meio antes do atual prazo de saída da União Europeia (31 de janeiro). Contudo, o Reino Unido até pode sair mais cedo caso o novo Parlamento (se houver eleições) aprove o acordo de saída negociado entre Bruxelas e Londres antes do final do ano. Nesse cenário, a saída seria a 31 de dezembro. 

Os Liberais Democratas e o partido Nacional Escocês também são a favor da realização de eleições antecipadas para desbloquear o processo do Brexit. Certo é que tanto estes dois partidos como os trabalhistas não confiam no Governo de Boris Johnson e querem ter certezas quanto aos próximos passos do processo do Brexit. 

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.