Tribunal pondera julgar inspetores do SEF que mataram cidadão ucraniano por crimes menos graves que homicídio

Crime de ofensa à integridade física grave qualificada e agravada pelo resultado tem uma moldura penal menos grave.

O Tribunal Criminal de Lisboa, que está a julgar os três inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) pelo crime de homicídio qualificado de Ihor Homenyuk a 12 de março de 2020, vai ponderar se os arguidos serão julgados pelo crime de ofensa à integridade física grave qualificada e agravada pelo resultado, que tem uma moldura penal menos grave, avança esta quarta-feira o Público.

Por Correio da Manhã
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.