Trump quer comprar a Gronelândia

Informação avançada pelo Wall Street Journal

Gronelândia
Gronelândia

Donald Trump está de olho na Gronelândia, tendo pedido a conselheiros que analisassem a possibilidade de os EUA comprarem esta ilha – a maior do mundo – que pertence à Dinamarca. A notícia é avançada pelo Wall Street Journal, que adianta que a ideia foi repetida por diversas vezes pelo presidente dos EUA, com vários níveis de seriedade.

O jornal adianta que alguns dos consultores a quem Trump se dirigiu demonstraram interesse em discutir a ideia, devido aos recursos e importância geopolítica da ilha. Contudo, se houve alguns a apoiarem a ideia, houve outros que desvalorizaram, considerando ser apenas um "fascínio fugaz" que nunca se realizará.

Em 1946, o então presidente americano, Harry Truman, também tentou comprar a Gronelândia, tendo proposto pagar 100 milhões de dólares em ouro. Uma proposta que a Dinamarca rejeitou.

Não seria a primeira vez que os EUA compravam um território de outro país. Em 1867, os EUA compraram o Alasca à Rússia, salienta a imprensa americana.

Na Dinamarca esta notícia está a desvalorizada e até encarada como uma mentida de dia 1 de abril. Lars Løkke Rasmussen, que foi primeiro-ministro até junho e agora liderada a oposição, recorreu ao twittter para desvalorizar a proposta. 
 

Outros políticos contatados pela Bloomberg classificam a ideia de "louca" e "sem sentido".

Por Negócios
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.