UEFA consternada com ataque em Manchester

Pelo menos 22 mortos

A UEFA manifestou esta terça-feira consternação pelo ataque de segunda-feira à noite em Manchester, Inglaterra, que provocou pelo menos 22 mortos.

"A UEFA está consternada com o ataque de ontem à noite [segunda-feira] em Manchester. Os nossos pensamentos estão com as vítimas e famílias de todos os afetados", referiu o organismo em comunicado.

Por seu turno, o presidente do organismo, o esloveno Alexander Ceferin, manifestou a sua "profunda tristeza pelo horrível ataque terrorista" em Manchester.

"Estou chocado, porque muitas pessoas inocentes perderam a vida e gostaria de enviar as minhas condolências às famílias dos afetados", disse o presidente da UEFA.

Pelo menos 22 pessoas morreram e 59 ficaram feridas numa explosão na Arena de Manchester, no norte da Inglaterra, na segunda-feira, no final de um concerto da cantora Ariana Grande, segundo o balanço mais recente da polícia.

O comandante da polícia de Manchester, Ion Hopkins, disse que as autoridades suspeitam que o responsável foi um homem apenas, que morreu na explosão e que "transportava um engenho explosivo improvisado, que detonou, causando esta atrocidade".

As autoridades britânicas estão a tratar este caso como um "incidente de terrorismo".


Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.