Vaga de frio esgota botijas de gás em alguns pontos de venda

Governo está a estudar voltar a regular o preço das botijas

A vaga de frio levou ao aumento da procura de botijas de gás pelos portugueses no fim-de-semana com alguns pontos de venda a esgotar o seu stock, conta o Jornal de Notícias na edição desta terça-feira, 12 de Janeiro.

A Galp, por exemplo, reconheceu o pico anormal de procura, mas garantiu à SIC  que não vai haver rutura de stock.

Esta situação também tem levado ao aumento do preço do gás, estando o Governo a analisar voltar a regular o preço das garrafas, segundo o Jornal de Notícias que relembra ainda que o Executivo também está a estudar um apoio extraordinário para as faturas da luz das famílias portuguesas. Isto porque a vaga de frio associada ao regime de teletrabalho deverá levar a fortes aumentos do valor total a pagar.  Os detalhes do eventual apoio ainda não são conhecidos.

No que toca ao preço da botija de gás, o Governo já tinha admitido vir a alargar o regime que prevê a fixação de preços máximos para o gás de botija, de acordo com um despacho publicado em maio. 

Uma hipótese que foi levantadas depois de a 16 de abril de 2020 o Governo ter aprovado um regime excecional temporário para a fixação de preços máximos na venda de garrafas de gás. Esta medida tinha como objetivo responder ao aumento da margem de comercialização praticada por algumas empresas, em contraciclo, na altura, com a evolução do preço do petróleo nos mercados internacionais.

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.