VASP e imprensa nacional agradecem aos "Soldados do Papel"

Dezenas de publicações prestam homenagem aos milhares de vendedores de jornais de todo o país

Várias editoras, em conjunto com a distribuidora VASP, publicaram ontem uma homenagem aos homens e mulheres que diariamente asseguram o acesso e direito dos portugueses à informação. Record participou igualmente na iniciativa.

 

São mais de 9000 os pontos de venda que em Portugal asseguram a distribuição de cerca de 4500 títulos. Jornais diários como o Correio da Manhã, o Jornal de Notícias ou o Público, aos quais se juntam também as mais diversas revistas, deixam um agradecimento àqueles que reconhecem como os "Soldados do Papel" na guerra contra o COVID-19.

 

No total, 63 publicações nacionais de diferentes editoras – Blue Ocean, Cofina, Editorial Grupo V, Global Media Group, HOW, IFE Executive, Impala, Impresa, Masemba, Newsplex, Presspeople, Público, RBA, Sociedade Vicra Desportiva, TREZE7, Trust In News, Zero a Oito Marketing – associaram-se a esta ação, que terá também visibilidade em diferentes redes sociais.

 

"Se tivessem som, seria o de aplausos. Seriam palmas mais do que merecidas por quem desperta cedo todos os dias para que não falte informação essencial aos portugueses. Em cada ponto de venda que permanece aberto há verdadeiros soldados da notícia, os nossos soldados do papel. Firmes, corajosos, solidários neste momento. Porque sabem que a vida não pode parar. Juntos vamos vencer esta guerra. Mais uma vez, obrigado".

 

A campanha foi criada pela FCB Lisboa, que desta forma se associa também à iniciativa. Que bom poder homenagear um grupo de trabalhadores tão importante para a indústria de comunicação como um todo. Fizemos este projeto com alma e coração", afirma Edson Athayde, CEO e Diretor Criativo da agência.

 

VASP já tomou medidas para combater a propagação do COVID-19

 

Recorde-se que a VASP é a empresa líder na distribuição de imprensa em Portugal e é detida em partes iguais por três dos maiores grupos de media escrita portugueses: Cofina Media, Global Media Group e Impresa.

 

À semelhança das farmácias e dos supermercados, também os pontos de venda de publicações prestam um serviço essencial a todos os portugueses, aconselhando-os sobre a forma de atuar perante a epidemia e informando-os sobre os últimos desenvolvimentos em Portugal e no mundo.

 

Nesse sentido, e seguindo as recomendações da OMS e da DGS, a VASP tomou as devidas diligências para ajudar a combater a propagação desta epidemia e a minimizar o impacto que esta poderá ter nas suas operações diárias e nos serviços que presta aos seus clientes e parceiros. O objetivo é claro: manter os portugueses bem informados num momento sem paralelo a nível global.

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.