Arbitragem ao Raio X: Mundial de 'sofá'

A opinião de Marco Ferreira

• Foto: Luís Manuel Neves

Na última semana recebemos a triste notícia de que Portugal, uma vez mais, não estará representado por árbitros ou assistentes no Mundial. Espantou-me a surpresa de algumas pessoas, visto que Portugal não tem, neste momento, qualquer árbitro no grupo de Elite, ou seja, do grupo de que são escolhidos os melhores para Campeonatos do Mundo e Europeus. Depois de tanto dinheiro direcionado para o sector da arbitragem, hoje não sabemos bem se foi investimento ou simplesmente despesa. Um investimento teria de trazer algum retorno positivo ao sector. A realidade é que não trouxe. De ano para ano agudizam-se as críticas, conforme vão subindo também o número de erros grosseiros que distribuem pontos de jornada a jornada. A ‘herança’ foi demasiado pesada. O peso de uma Academia e de um profissionalismo ‘falso’ e ‘enganador’ impedem a libertação da arbitragem das ‘amarras’ do futebol português. Não tenho a mínima dúvida de que estaremos representados no Mundial, bem sentadinhos, longe dos grandes palcos, longe das verdadeiras ‘estrelas’, longe do espetáculo e longe dos estádios. Quem poderá ficar satisfeito com isso? Depois de milhões ‘atirados’ no escuro, aparecerem com uma ou duas presenças no Mundial como VAR como se fossem os melhores do Mundo, quem poderá orgulhar-se disso? Eu recuso-me a brindar a esse feito, até porque mal seria se um dos poucos países que implementou o VAR esta época não tivesse ‘obrigatoriamente’ representantes no Mundial! Temos de ser realistas e não alimentar a falsa esperança que deveríamos ter árbitros no Mundial quando nem temos ninguém posicionado para isso. Não atirem poeira para os olhos de ninguém e assumam que falharam na estratégia. A fase de negação tem de acabar para bem da arbitragem e do futebol português.

Por Marco Ferreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.