Record

Árbitro Jorge Ferreira desempenhou funções ao serviço do Leixões

Juiz da AF Braga pediu jubilação mas à data da partida com o FC Porto B o processo não estava concluído

Estalou a polémica em torno de Jorge Ferreira. O árbitro, de 41 anos, pediu a jubilação - por outras palavras, o final da carreira - recentemente e foi visto no Estádio do Mar, no Leixões-FC Porto B, com uma credencial que o identificava como funcionário da equipa de Matosinhos. O problema está no facto de Ferreira ainda não estar jubilado à data do jogo, pelo que incorre numa infração.

O juiz da AF Braga, que foi despromovido para a segunda categoria em 2017, estaria a desempenhar funções como possível assessor de arbitragem, sendo que foi visto no túnel de acesso ao relvado, bem como a dar a volta de reconhecimento ao mesmo com os árbitros desse encontro que terminou empatado a zero.

Ora, com o pedido de jubilação pedido mas ainda não concluído à hora do jogo, Jorge Ferreira ainda estava em funções enquanto árbitro na prática, pelo que estar ao serviço de um clube torna-se uma incompatibilidade.
Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas

M