Árbitros explicam pedido de bilhetes ao Benfica

Juízes do Ave dizem que não querem ser "instrumentalizados numa guerra que não é sua"

O Núcleo de Árbitros de Futebol do Ave emitiu esta quinta-feira um comunicado, onde esclarece a questão dos bilhetes pedidos ao Benfica para a final da Taça de Portugal de 2016/17, tema que surgiu em debate no programa do Porto Canal 'Universo Porto da Bancada', revelado através de um dos muitos mails do Benfica que têm vindo a público.

Os árbitros do Ave terão solicitado à presidência do Benfica 15 bilhetes para o jogo com o V. Guimarães, que nunca chegaram a receber. No referido documento os juízes esclarecem que solicitaram ingressos ao V. Guimarães, que lhes cedeu "15 ao preço unitário de 20 euros", à Associação de Futebol de Braga, que "disponibilizou 8 a 35 euros" e que do Benfica não obtiveram "qualquer resposta".

O comunicado, assinado pelo diretor de comunicação do referido núcleo, Emanuel Lobo, recorda "os mais distraídos e mal-intencionados que nas finais da Taça de Portugal os clubes não têm convites para oferecer, mas sim para vender, como foi o caso".

"No nosso núcleo não há 'clubite' podendo cada associado ter a sua simpatia, que é natural para quem gosta de futebol, mas a função de árbitro deve ser exercida com isenção, imparcialidade e competência, objetivo para o qual trabalhamos ao longo dos anos e não com a pretensão de beneficiar qualquer clube no futuro, como maldosamente alguns interpretaram", é ainda referido.

E vai mais longe: "Os associados do Núcleo de Árbitros de Futebol do Ave são pessoas de caráter, valores morais, princípios e idóneas. Infelizmente existem aqueles que não olham a meios para atingir os seus fins, recorrendo à calúnia e à difamação, envolvendo pessoas que sempre pautaram a sua vida desportiva e pessoal de forma honesta e com imparcialidade".

O Núcleo finaliza dizendo que recusa-se a ser "instrumentalizado numa guerra que não é sua e da qual não quer fazer parte".

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.