Artur Soares Dias e Tiago Martins apontam a voos mais altos

Árbitros portugueses participam em seminário da FIFA

Termina esta sexta-feira mais um seminário da FIFA com os árbitros europeus que pertencem à Elite. O evento tem estado a decorrer na Cidade do Futebol, com Artur Soares Dias entre os participantes e Tiago Martins enquanto instrutor de vídeo-arbitragem.

"Em 2010 foi o início desta longa caminhada. Tem vindo a dar alguns frutos. Não tem sido um percurso nada fácil, a concorrência é muito elevada. Não faz parte do meu vocabulário desistir. Poder vir a representar Portugal numa competição é sempre um orgulho. Há um longo caminho a percorrer e é um trabalho difícil. Estamos sempre à procura da perfeição, que é sempre difícil ser atingida, mas não vou desistir", contou Artur Soares Dias, em declarações ao Canal 11.

Já Tiago Martins destaca a forma como a FIFA olha para a arbitragem portuguesa. "A FIFA reconhece valor dos árbitros portugueses. Temos excelentes condições. O Conselho de Arbitragem e a Federação Portuguesa de Futebol proporcionam as melhores condições aos árbitros para trabalharem e aquilo em que acredito é que cada vez mais vamos apitar mais e melhor", sublinhou.

Quem também está orgulhoso daquilo que tem sido alcançado é José Fontelas Gomes, presidente do CA da FPF. "Ao longo dos últimos anos temos estado praticamente em todos os cursos, tanto UEFA como FIFA, e temos estado em várias competições internacionais, tanto a nível de VAR como de árbitros em campo. É sinal do trabalho que está a ser desenvolvido e reconhecido em termos internacionais", reconheceu.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.