Luciano Gonçalves deixa aviso: «Árbitros não voltam a usar o relógio e-Liga»

Presidente da APAF quer ver "questões das condições de trabalho" resolvidas primeiro

O arranque da 8.ª jornada ficou marcado pela estreia do relógio e-Liga - Bruno Paixão foi o pioneiro no Chaves-Tondela -, que serve para apressar o envio das ocorrências das partidas por parte dos árbitros. Luciano Gonçalves, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, aproveitou a ocasião para deixar um recado à Liga. O líder da APAF não está contra a inovação, mas quer ver outras questões resolvidas primeiro.

"Não está em causa a importância e mais-valia do relógio, mas para nós o importante é resolver a questão das condições de trabalho dos árbitros. Em vez de falarmos do relógio, é importante falar das condições de trabalho. Depois falamos do relógio e das outras tecnologias", começour por contar a Record o líder do organismo.

"A APAF não está de acordo com a utilização até isso ser tratado. Aliás, os árbitros não vão usar os relógios até a questão das condições de trabalho ser resolvida", rematou Luciano Gonçalves.

Por Pedro Gonçalo Pinto
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Arbitragem

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.