Record

Andreia Couto despedida da Liga por suspeita de divulgar documentação confidencial

Caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária

• Foto: Manuel Azevedo/arquivo
Andreia Couto foi despedida da Liga, onde desempenhava funções de diretora executiva, por suspeitas de divulgação de documentação confidencial e acesso indevido à mesma. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária e remonta a abril.

Nas acusações da Liga a Andreia Couto, são ainda referidos o facto de "desrespeitado" Proença numa sessão de formação" e  de "ter falsificado as declarações de amamentação do seu filho mais novo".

Andreia Couto nega todas as acusações e em carta enviada à Liga não reconhece ao organismo "legitimidade" para o "despedimento com justa causa".  A ex-dirigente diz que em momento algum acedeu a "informação a que não pudesse aceder".

Andreia Couto admitiu "ter copiado determinados documentos para uma pen" mas não com qualquer outro fim que não fosse "poder responder com a prontidão exigida perante qualquer solicitação da LPFP".

Contactada por Record, a Liga de Clubes não quis fazer qualquer comentário por o caso se encontrar na justiça.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

M