Augusto Inácio: «Quando se perde, o treinador é solitário»

Treinador avense criticou a equipa de arbitragem pela prestação frente ao Tondela

• Foto: Peter Spark / Movephoto

O Aves perdeu (0-1), este sábado, na receção ao Tondela, em jogo antecipado da 9.ª jornada do campeonato português de futebol.

No final do encontro, Augusto Inácio aproveitou para criticar a equipa de arbitragem, afirmando que "o Aves perde num autogolo antecedido de um penálti que o árbitro não marcou" a favor da equipa da Vila das Aves.

"Já vi as imagens e há um penálti claríssimo a nosso favor. Não entendo como o árbitro nem o vídeoárbitro não conseguem ver aquela penalidade", disse, lamentando a atual situação da equipa: "Agora, perdemos o jogo também porque estamos naquela fase em que a bola bate em dois jogadores nossos e entra, temos oportunidades e não conseguimos marcar."

No último lugar da tabela classificativa, com seis derrotas consecutivas, Augusto Inácio assumiu que a atual situação do clube não é agradável e que compreende as manifestações de desagrado dos adeptos.

"É normal que os adeptos se manifestem quando as coisas não correm bem. Os adeptos não querem saber se temos um plantel novo, se não temos centrais, se temos penáltis a nosso favor e o árbitro não marca. Quando se perde, o treinador é solitário. Ninguém quer ganhar mais do que nós, mas vamos tentar suportar este sofrimento para que depois as coisas possam correr melhor. Como se contorna isto? É um chavão, mas é a verdade: trabalhar, acreditar e dar confiança aos jogadores", finalizou.

Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.