Devedores correm risco de sanção

Em causa o fundo de garantia salarial

AD Oliveirense é um dos clubes em causa
AD Oliveirense é um dos clubes em causa • Foto: Luís Vieira / Movephoto

Os clubes que durante esta temporada tiveram ação do Fundo de Garantia Salarial para regularizar situações de dívida com atletas e técnicos estão em risco de não poder inscrever jogadores e até de começar a próxima época com pontos negativos. Em causa estão AD Oliveirense, U. Madeira, Aves sub-23, U. Leiria e O. Montijo, que em diferentes momentos de 2019/20 viram esse mecanismo do Sindicato de Jogadores e da Federação Portuguesa de Futebol ser acionado.

O Regulamento Disciplinar da FPF refere, no artigo 74º, que as equipas têm dez dias a partir do momento em que forem notificadas a devolver o valor pago pelo Fundo aos jogadores e treinadores que tinham salários em atraso. Caso não cumpram essas datas, arriscam uma sanção de "dedução de um a três pontos e cumulativamente com impedimento de registo de agentes desportivos". Os dez dias contam desde a data de notificação formal às equipas em causa.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.