Fernando Gomes reitera que não quis candidatar-se à UEFA nem à FIFA

Afirma que a presidência nunca esteve nos seus planos

• Foto: Amândia Queirós

Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), voltou esta sexta-feira a dizer que nunca esteve nos seus planos ser candidato à liderança da UEFA ou FIFA.

O dirigente foi o convidado do ciclo 'Conversas na Bolsa', promovido pela Associação Comercial do Porto, e reforçou esta ideia por considerar que "ainda há muito trabalho para fazer em Portugal".

"Quando tomei a decisão de me recandidatar assumi um determinado compromisso com os sócios da FPF, o meu objetivo era fazer com que o futebol português tivesse resultados e expressão de acordo com a qualidade que existe em Portugal", afirmou, lembrando ainda que "Portugal é o país com mais membros nos comités da UEFA".

Embora diga que não se "sentiria incapaz de exercer esse cargo", tomou a decisão de se recandidatar "acreditando que ainda há muito trabalho a fazer em Portugal e que não está concluído", sendo essa a sua função é aqui.

Fernando Gomes lembrou que "em 2008 estava longe de imaginar que iria ser presidente da FPF", salientando, no entanto, que no futuro tudo pode ser possível.

Apesar disso, o presidente da FPF disse que está feliz com o trabalho que tem desenvolvido à frente do organismo e traçou objetivos para o futuro.

"Estou muito bem aqui. Ainda temos mais coisas a conquistar, Taça das Confederações, Europeu sub-21, Mundial sub-20, sub-17 e sub-19 nas rondas de elite, femininos no Europeu, futebol de praia no campeonato do mundo. Há tanta coisa a realizar e se estamos a fazer coisas positivas tem a ver com o trabalho nos clubes e associações distritais", referiu, salientando ainda a necessidade de construir condições para que os mesmos tenham boas condições financeiras.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.