Record

Futebol de Praia: Portugueses repetitivos arrebatam Liga europeia

ALEMANHA INCAPAZ DE CONTRARIAR PORTUGAL

Futebol de Praia: Portugueses repetitivos arrebatam Liga europeia
Futebol de Praia: Portugueses repetitivos arrebatam Liga europeia

PORTUGAL continua sem oposição na corrida para a final do IV Mundialito de futebol de praia. Quinta-feira, frente à Alemanha, Hernâni, Nunes e companhia voltaram a passear a superioridade do seleccionado luso, goleando por 8-3 e arrebatando o triunfo na terceira etapa da Liga europeia de "beach soccer" -- a segunda vitória portuguesa no circuito depois de também ter vencido a primeira, na Corunha --, que se disputou em simultâneo com o Mundialito nas areias da Figueira da Foz.

Apesar de não ter começado da melhor forma a partida, Portugal acabou por construir um resultado confortável e, acima de tudo, construir excelentes jogadas, que arrancaram fortes aplausos do habitualmente sisudo Eric Cantona, a assistir ao embate na bancada (onde teve poucos minutos de descanso para fazer face aos caçadores de autógrafos, aos quais, no entanto, correspondeu sempre).

Um golo de Andreas Kaiser, na própria baliza, decorria o segundo minuto do jogo, abriu caminho à vitória portuguesa, mas Kopp ainda assustou ao empatar poucos minutos depois. Porém, no segundo e terceiro período, com Alan em excelente plano -- marcou três golos e efectuou as assistências para mais dois --, os alemães não conseguiram travar a maior agilidade e qualidade técnica dos lusitanos. O sétimo tento é o melhor exemplo disso, pois Nunes e Madjer trocaram a bola como quiseram, sempre ao primeiro toque, antes de este último isolar Alan para o melhor golo da tarde.

Antes, já Hernâni tinha originado a primeira grande explosão de alegria com um potente e imparável remate a culminar uma arrancada desde o sector defensivo, enquanto Jaime se estreou a marcar na prova. Nunes e Madjer, desta vez bem menos inspirado do que nos dias anteriores, foram os outros marcadores de serviço. Pelos alemães -- que haviam triunfado na segunda etapa da Liga europeia, no passado fim-de-semana, na Áustria -- Kopp, primeiro, Westerwinter e Jakomet (este de grande penalidade) acertaram com a baliza defendida por Zé Miguel, mas, em qualquer dos casos, foi mais por culpa própria do que por mérito alheio que a turma das quinas foi buscar a bola ao fundo das redes.

Depois de três jogos em que a oposição deixou muito a desejar, o próximo adversário será agora o Uruguai que, embora copiosamente batido (8-0) pelo Brasil, tem denotado fortes melhorias, desde a estreia, tanto mais que chegou a Portugal sem a preparação mais adequada dado que na América do Sul é Inverno.

Sob arbitragem de Edmundo Lima Filho (Bra.) e Luis Antoñana (Esp.), as equipas alinharam:

PORTUGAL -- Zé Miguel; Nunes, Hernâni, Madjer e Alan; Jaime, Isaías e Pedro Jorge. Pedro Crespo e João Costa não jogaram.

Treinador: Marcelo Mendes

ALEMANHA -- Serr; Jakomet, Kopp, Hogner e Klemens; Kaiser e Westerwinter.

Treinador: Jan Dierks

3ª JORNADA DO IV MUNDIALITO

GRUPO A

Portugal-Alemanha 8-3 (Alan-3, Madjer, Hernâni, Nunes, Jaime, e Kaiser n.p.b.; Kopp, Westerwinter e Jakomet g.p.)

França-Áustria 7-4 (Eric Cantona-3, Skuaglia, Thys, Touré e Fournier; Kern-2, Hormann e Niederbacher)

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1. PORTUGAL 9 pontos

2. França 6

3. Alemanha 3

4. Áustria 0

GRUPO B

Uruguai-Peru 11-2 (Moliterno-5, Gonçalvez-3, Mendieta, P. Garcia e Valencia n.p.b.; Valencia e Maruy)

Brasil-Japão 9-0 (Jorginho-3, Juninho-2, Benjamin-2 e Júnior Negão-2)

CLASSIFICAÇÃO FINAL

1. BRASIL 9 pontos

2. Uruguai 6

3. Japão 3

4. Peru 0

MEIAS-FINAIS (sábado): Brasil-França (15 horas) e Portugal-Uruguai (16 horas) JOSÉ ANGÉLICO

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

M