Procuradoria cria equipa especial para investigar crimes relacionados com o futebol

Decisão está a causar alguma controvérsia dentro do Ministério Público e da Polícia Judiciária

• Foto: Pedro Simões

A decisão sigilosa foi tomada há várias semanas: a procuradora Geral da República, Joana Marques Vidal, a procuradora-geral distrital de Lisboa, Maria José Morgado, e o diretor do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Amadeu Guerra, decidiram criar uma equipa especial para investigar exclusivamente e de forma sistemática a maior parte dos processos relacionados com crimes financeiros, corrupção desportiva e viciação de resultados no futebol. Segundo informações recolhidas pela SÁBADO, a equipa será composta por três magistrados.

A SÁBADO apurou que a PGR, DCIAP e PJ receberam nos últimos meses diversas queixas anónimas relacionadas com crimes de corrupção relacionados com diversas equipas de futebol, nomeadamente com o Benfica, Sporting e Porto. Há, no entanto, outros processos que já se encontram em investigação há vários anos e que estão abertos em várias departamentos do MP espalhados pelo país e que vão desde corrupção desportiva até viciação de resultados através de apostas.

Na próxima quinta-feira, a revista SÁBADO revela mais pormenores sobre os processos ligados ao chamado mundo do futebol.

Autores: António José Vilela e Carlos Rodrigues Lima/Sábado

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.