Vieira, Pinto da Costa e Frederico Varandas reunidos em almoço na Mealhada

Cimeira de presidentes a decorrer esta terça-feira

Em abril do ano passado, os três dirigentes estiveram reunidos com António Costa e com os presidentes da FPF e Liga
Em abril do ano passado, os três dirigentes estiveram reunidos com António Costa e com os presidentes da FPF e Liga • Foto: Bruno Colaço

Luís Filipe Vieira (Benfica), Pinto da Costa (FC Porto) e Frederico Varandas (Sporting) estão esta terça-feira reunidos num almoço na Mealhada, no âmbito de uma cimeiras de presidentes de clubes da Liga NOS. Para a cimeira foram convidados todos os presidentes do escalão principal do futebol português.

A iniciativa decorre no âmbito do movimento de clubes que pretende vincar a força do futebol junto das entidades governamentais.

Além dos dirigentes dos 'três grandes', estão presentes na cimeira os presidentes do Paços de Ferreira, Belenenses SAD, Marítimo, Moreirense, Estoril, Tondela, Rio Ave e Farense. O presidente do Famalicão irá juntar-se à reunião mais tarde. António Salvador, do Sp. Braga, bem como Miguel Pinto Lisboa, do V. Guimarães, enviaram representantes.

Recorde-se que já ontem, o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) exigiu "respeito e equidade" ao Governo no tratamento da modalidade, fazendo um balanço positivo das competições profissionais, após grande esforço dos envolvidos. "O futebol existe para os adeptos, é para isso que nós promovemos a nossa atividade, e foi absolutamente inaceitável a forma como o futebol foi tratado, na falta de equidade em relação a outras atividades. O futebol tinha todas as condições para ter tido público mais cedo. Os números da pandemia, da forma como evoluíam, permitiam e ninguém compreende que não tivesse acontecido. E aqui, as entidades de saúde pública não trataram o futebol com o respeito que merece", frisou. Antevendo a temporada de 2021/22, Pedro Proença exigiu "respeito" e o regresso do público aos recintos desportivos.

"Esta é uma exigência que fazemos, para que a próxima época possa começar de forma diferente. Não permitiremos, em momento nenhum, que o futebol continue a ser tratado desta forma. Exigimos o respeito, o respeito aos clubes do futebol profissional", afirmou.

(em atualização)

Por Record
78
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas