Julgamento de Rui Pinto, em direto: 'hacker' abriu discos rígidos mas não deu passwords à PJ

A decorrer no Campus de Justiça, em Lisboa

• Foto: Davic Cabral Santos

16h34 - A sessão vai prosseguir com o advogado de Rui Pinto, Francisco Teixeira da Mota, a inquirir o inspetor da PJ.

16h32  - Depois da pausa para almoço, os assistentes da Doyen inquiriram José Amador, relativamente às passwords que Rui Pinto terá entregue a pessoa(s) da sua confiança durante a fase de instrução. O inspetor da PJ confirmou esse facto, mas afirmou que as autoridades portuguesas desconhecem a identidade dessa(s) pessoa(s). 

12h35 - A sessão está em pausa para almoço. Será retomada por volta das 14h00, com o inspetor da PJ a ser inquirido pelos assistentes.

11h26 - Rui Pinto terá levado a cabo um ataque informático à Procuradoria Geral da República (PGR), onde terá tido acesso ao seu próprio processo. O inspetor confirma que nos discos rígidos apreendidos constavam digitalizações do processo agora em julgamento.

"Descobrimos que tinha digitalizações do inquérito e documentos usados num canal interno entre a PJ e a Europol, que é encriptado. É um canal muito seguro, mas ele tinha documentos daí. A PJ e a Europol confirmaram que os seus sistemas não tinham sido comprometidos, por isso ficámos sem saber como é que o arguido tinha tido acesso a esses documentos", contou o inspetor.

Terminou a inquirição da procuradora ao inspetor da PJ e no final uma das juízas perguntou de que forma o arguido está a colaborar com a PJ. "Foi tentado desde o início um entendimento, mas não foi possível. Mais tarde, noutros termos, ele aceitou colaborar."

A juíza quis saber de que forma Rui Pinto aceitou colaborar. "Passou as credenciais dos discos encriptados à PJ ou foi ele quem os abriu?" O inspetor mostrou algumas reticências antes de responder, mas acabou por confirmar que "foi o arguido quem os abriu". "Nós não tivemos acesso às credenciais. Foram esses os termos que ele impôs."

"Vocês têm acesso às cópias que os franceses fizeram na Hungria, sem conhecimento da PJ?", perguntou ainda a juíza. O inspetor respondeu que não. Explicou que foram feitas cópias, pela PJ, dos 9 discos que estavam encriptados e agora foram encriptados pel1a PJ.

8h21 - Para hoje está previsto a continuação do depoimento do inspetor José Miguel Amador. 

- Recorde aqui tudo o que aconteceu ontem, na sexta sessão.

- Rui Pinto arrolou 45 testemunhas, entre as quais o ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho, o treinador do Benfica, Jorge Jesus, a ex-eurodeputada Ana Gomes, o diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, e Edward Snowden, que em 2013 denunciou informações confidenciais e programas ilegais de espionagem dos Estados Unidos.

- O arguido, que também é responsável pelo processo Luanda Leaks, está em liberdade desde 7 de agosto, por decisão da presidente do coletivo de juízes responsável pelo julgamento, Margarida Alves, encontrando-se inserido no programa de proteção de testemunhas, em local não revelado e sob proteção policial.

- Rui Pinto, de 31 anos, assumiu ser o criador do Football Leaks e, sob o pseudónimo 'John', ter divulgado informações que terá obtido de forma ilícita a partir de Budapeste, onde foi detido em 16 de janeiro de 2019.

- Rui Pinto, criador da plataforma eletrónica Football Leaks, através da qual divulgou milhares de documentos confidenciais do mundo do futebol e alegados esquemas de evasão fiscal cometidos em diversos países, é acusado de 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo e ainda pelos crimes de sabotagem informática à SAD do Sporting e tentativa de extorsão ao fundo de investimento Doyen, pelos quais começa a responder no Tribunal Central Criminal de Lisboa.

- Bom dia, vamos acompanhar a sétima sessão do julgamento de Rui Pinto, que decorre no Campus de Justiça, em Lisboa.

Por Miguel Amaro
12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Football Leaks

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.