Boavista fundamenta ausência na Liga feminina com aposta redobrada na formação

Axadrezados tinham regressado esta época ao escalão principal e ficaram na sétima posição da fase regular da Série Norte

• Foto: Luís Vieira/Movephoto

O Boavista abdicou de competir na próxima edição da Liga feminina para redobrar a aposta nas camadas jovens, explicaram esta terça-feira os axadrezados, que terminaram a última época no segundo lugar da Série Norte da fase de manutenção.

"O regresso às origens com a aposta na formação é o caminho que se segue, pois entende-se que só assim será possível criar as condições que permitam ao Boavista voltar a lutar no futuro pelos títulos que já conquistou no passado. Nesse sentido, o Boavista informa que decidiu não inscrever a equipa feminina de futebol na I Liga de 2021/22, passando a competir apenas nos escalões de formação", lê-se em comunicado publicado no site oficial do clube campeão em 1993/94, 1994/95 e 1996/97.

Na segunda-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) deu conta da avaliação dos processos de licenciamento para o escalão principal de futebol feminino, que vai ser reduzido de 20 para 16 clubes, confirmando a troca do Boavista pelo Varzim, que perdeu com o Vilaverdense (5-0 nas duas mãos), nas meias-finais do play-off da II Liga.

"A dificuldade em competir neste momento com adversários que têm orçamentos desajustados à realidade, mesmo se o trabalho desenvolvido tenha sido sempre pautado pela excelência, obriga o Boavista a dar um passo atrás para poder dar dois à frente num futuro próximo", frisam os portuenses, que venceram a Taça de Portugal, em 2012/13.

A "profunda reestruturação" do projeto da equipa de futebol feminino do Boavista visa "garantir a sua sustentabilidade a médio/longo prazo", sem deixar de "criar as condições para que o regresso aos sucessos do passado possa acontecer o mais rápido possível".

Os axadrezados tinham regressado esta época ao escalão principal e ficaram na sétima posição da fase regular da Série Norte, com nove pontos, antes de seguirem para uma poule de manutenção, na qual somaram 22 pontos e se livraram do play-off devido à vantagem no confronto direto e aos quatro golos de diferença sobre o Gil Vicente.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.