CineFoot Portugal: dar passos certos no futebol feminino

A evolução é notória e em Portugal existem mais de 5 mil praticantes, revelou Mónica Jorge

• Foto: Pedro Ferreira

A passagem do filme "O futebol para pior ou para melhor", do sueco Inger Molin, serviu de ponto de partida para um animado debate em redor do futebol feminino em Portugal, ontem, no cinema São Jorge, em Lisboa, no segundo dia do CineFoot Portugal, mas a novidade foi dada por Mónica Jorge, diretora da federação de futebol: "Ultrapassámos a barreira dos 5 mil praticantes, temos 5.200, e apenas 900 são seniores. O resto pertence aos escalões de formação. Estamos no caminho certo", referiu a antiga selecionadora nacional.

Carla Couto, antiga internacional, considerou que compete às jogadoras a mudança. "São elas que no campo podem brilhar. Têm de honrar o equipamento. Hoje vivemos um tempo diferente, que nada tem a ver com o meu em que éramos assobiadas", referiu Carla Couto.

Já Nuno Cristóvão, treinador da equipa feminina do Sporting, manifestou a esperança que o futebol feminino tem uma enorme capacidade de crescimento. "Desde que haja qualidade das praticantes e haja uma boa promoção podemos encher os estádios", sublinhou o técnico.

Por Norberto Santos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.