EUA recebem 3,5 milhões de euros pela conquista do Mundial

Valor muito inferior ao da seleção masculina francesa em 2018: 32,5 milhões de euros

• Foto: Reuters

Fecho de portas do Mundial feminino, é tempo de se fazerem contas aos prémios monetários pelo sucesso na competição disputada em França. Os EUA conquistaram o troféu mundial, numa final disputada com a Holanda (2-0), e cada jogadora americana embolsa um prémio individual na casa dos 220 mil euros pela triunfo no Mundial.

A FIFA dotou a competição em terras gaulesas de um prémio de 3,5 milhões de euros para a seleção vencedora, a ser pago diretamente à federação. Para a vice-campeã do Mundo estava destinada uma compensação de 2,3 milhões, que coube à federação holandesa.

Em termos comparativos com o Mundial'2018, na Rússia, a FIFA distribuiu 32,5 milhões de euros ao vencedor (França) e a Croácia, a finalista derrotada, garantiu 23,4 milhões de euros. A Bélgica, que assegurou o 3º posto no torneio, recebeu 20,5 milhões de euros. As seleções classificadas entre o 17º e o 32º lugares foram recompensadas em 6,8 milhões de euros. Também foram distribuídos 6,8 milhões para cada seleção classificadas entre o 17º e o 32º lugares. Ao todo, a FIFA distribuiu 334,3 milhões de euros a todos os 32 países que disputaram a prova. 

Por Francisco Laranjeira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.