Filipa Patão: «Mostrámos que é muito difícil quebrarem-nos»

Treinadora do Benfica viu uma "alma muito grande" da equipa que bateu o Rangers

• Foto: LUSA
Filipa Patão analisou o apuramento do Benfica para a fase de grupos da Liga dos Campeões depois de carimbada a qualificação no prolongamento, diante do Rangers (2-1).

"O jogo na primeira parte podia estar logo resolvido com quatro ou cinco golos para o nosso lado. A questão da 2ª parte não foi estratégia. Queríamos fazer o mesmo jogo mas acabámos por perder um bocadinho de critério com bola. Os índices físicos foram baixando porque assumimos uma pressão alta o jogo inteiro. Sabemos que isso tem as suas consequências, vamos quebrando. Com o tempo a passar e o golo a não aparecer, fomos perdendo algum critério e algumas bolas de forma desnecessária. Em termo de situações de golo, o Rangers aproveitou uma falha nossa mas o futebol costuma ser muito injusto. Chama-se a isto eficiência nos momentos de jogo e nós não a tivemos no essencial. Tivemos uma alma muito grande. Mostrámos que é muito difícil quebrarem-nos. Nos momentos menos positivos elas têm sempre esta atitude e esta garra para dar a volta. Sabemos que a emoção vai toldar a razão muitas vezes. Isso aconteceu na segunda parte e também no prolongamento. Só posso estar satisfeita com alma que esta equipa que é uma alma benfiquista, do primeiro ao último minuto", resumiu à televisão dos encarnados.
Por Flávio Miguel Silva
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas