Restelo recebe dérbi solidário de futebol feminino: ajude Moçambique

Portugal une-se em torno desta causa

O Estádio do Restelo recebe este sábado, a partir das 16 horas, o primeiro grande embate entre as equipas femininas de Sporting e Benfica, e, horas antes, os dois treinadores, Nuno Cristóvão e João Marques, e duas jogadoras, Ana Borges e Sílvia Rebelo, deram o exemplo ao lançarem o dérbi lado a lado, em pleno relvado, sem constrangimentos e, acima de tudo, com muito fair play.

A FPF disponibilizou duas linhas solidárias no âmbito do jogo. O número 761 200 200 já está disponível, desde esta quinta-feira, e o valor único de cada chamada - 1 euro (+IVA) - reverterá na totalidade para esta causa. 

O número fixo 213 246 280 estará ativo, com atendimento personalizado, entre sexta-feira, às 09h00, e sábado, às 21h00, e servirá para fazer donativos de outros montantes a partir de Portugal ou do estrangeiro.

Outros donativos poderão ser feitos diretamente através da conta bancária com o IBAN PT50 0010 0000 5721 6010 0014 1 ou o BIC/SWIFT:  BBPIPTPL.

Os bilhetes para este encontro, o 1.º dérbi, terão o preço de 2,5 euros e as receitas revertem na totalidade para a Cruz Vermelha que decidirá, depois, a melhor maneira de auxiliar todos os moçambicanos vítimas do desastre natural.

Ajuda percorre todo o país

Portugal uniu-se em torno desta causa e o dérbi não é o único marco importante. Em alguns dos estádios que recebem hoje e amanhã jogos da Liga e da 2ª Liga, por exemplo, serão colocados pontos de recolha de alimentos e de outros tipos de bens essenciais. A PSP, que vai fazer o policiamento do jogo, também irá doar a verba a que tem direito.

Já Fernando Gomes apelou, em declarações ao site da FPF, à presença do público no Restelo: "Participem no jogo e demonstrem toda a solidariedade para com o povo de Moçambique!" 

Solidiariedade e competição

Certo é que, apesar de o jogo ter como objetivo a ajuda ao povo de Moçambique, que ainda recupera da passagem do ciclone ‘Idai’, não se pense que o resultado não interessa. Na antevisão ao dérbi, a leoa Ana Borges e a águia Sílvia Rebelo lembraram, em cada resposta, a importância da presença do público no Restelo, mas foi o treinador do Sporting que começou, desde logo, por colocar tudo em pratos limpos.

"Vamos defrontar uma equipa da 2ª Divisão que é uma equipa... de primeira. Já disse às minhas jogadoras, e não tenho problemas em assumi-lo, que quem disser que o resultado é o menos importante está a mentir. É o clássico dos clássicos e as duas equipas vão querer ganhar", atirou Nuno Cristóvão, arrancando, ao mesmo tempo, sorrisos ao homólogo benfiquista. "O Benfica entra em todos os jogos para vencer. Vamos defrontar o melhor plantel do futebol feminino português e será um jogo com muita qualidade, com dois treinadores que gostam de futebol ofensivo", referiu João Marques, acrescentando a importância da mensagem que a união entre Benfica e Sporting pode passar: "O desporto devia ser isto, sem guerras. Hoje ainda falta muito respeito no desporto e esta ação, com estes dois grandes clubes, é um exemplo até para a sociedade."

Com um discurso um pouco mais calculista, Ana Borges garantiu ainda que, por se tratar de um jogo particular e por uma causa social, ambas as equipas terão mais cuidados para evitar qualquer tipo de problema físico. Afinal de contas, a época ainda decorre a todo o gás: "Acima de tudo, esperamos que ninguém se magoe. Estamos aqui por uma boa causa e não para magoar alguém. As equipas vão ter isso em conta, até porque há um campeonato pela frente e o Benfica também tem a Taça de Portugal."

Do lado das águias, Sílvia Rebelo, uma das capitãs, deixa a certeza de que a equipa vai querer "honrar" as cores que defende, pensando sempre na causa humanitária a que se associou: "Queremos promover o futebol feminino, mas no final a vitória será de Moçambique.

Por Pedro Ponte
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.