Sporting reage depois do susto e bate (3-1) Estoril

Terceiro triunfo consecutivo da equipa leonina

• Foto: Rui Minderico

O Sporting alcançou este domingo o terceiro êxito consecutivo no campeonato nacional feminino, após vencer o Estoril, por 3-1, em partida da 8.ª jornada. Os golos que garantiram os três pontos só surgiram na reta final do jogo. Tatiana Pinto, com um remate forte e colocado de fora da área (80'), numa altura em que se registava 1-1 no marcador, desbloqueou a partida a favor das leoas. Já em tempo de compensação, Patrícia Gouveia fechou as contas do jogo.

O 1-0 de vantagem favorável ao Sporting ao intervalo era um resultado lisonjeiro para o conjunto canarinho, cuja estratégia no primeiro tempo passou por adiar ao máximo o primeiro golo das adversárias. Frente a um Estoril compacto que revelou muita entreajuda entre os diferentes setores, só aos 35 minutos o Sporting conseguiu derrubar a muralha do emblema da Linha. Oportuna, após assistência de Rita Fontemanha, Matilde Figueiras foi a responsável por abrir a contagem.

Ainda antes do intervalo, as comandadas de Nuno Cristóvão dispuseram de uma ocasião soberana para ampliar a vantagem. Matilde Figueiras, aos 40 minutos, viu a guarda-redes Tatiana Beleza desviar o remate, que levava selo de golo, para a trave, impedindo o avolumar do marcador.

Mais velozes e afoitas depois do reatamento, as estorilistas aproveitaram um erro das centrais leoninas e a hesitação da guarda-redes Patrícia Morais para repor a igualdade. A heroína foi Catarina Amado que nunca desistiu do lance conseguindo fazer o 1-1. O golo despertou as forasteiras que, num par de ocasiões, levaram perigo à baliza do Sporting. O conjunto leonino reagiu e conseguiu, depois de avisos de Diana Silva e Tatiana Pinto, aos 74 e 76 minutos, respetivamente, ambos travados pela guardiã Tatiana Beleza, chegar aos golos por intermédio de Tatiana Pinto e Patrícia Gouveia que deram a vitória às anfitriãs.

No final, Bruno Bernardo, adjunto do Sporting, admitiu as dificuldades: "Foi um jogo complicado. Apanhámos uma equipa muito organizada que conseguiu contra a maré chegar ao empate. Fomos para cima do adversário e fomos recompensados com a vitória."

Já Pedro Sampaio, treinador do Estoril, esperava mais: "Respeitámos em demasia o Sporting na primeira parte. Podíamos ter explorado o contra-ataque nesse período. O golo do empate foi merecido, mas depois acabámos por sofrer dois golos e perder."

Por Ricardo Lopes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol Feminino

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.