Jorge Costa e o relvado do Estádio do Fontelo: «Num dia em que não haja sol não vamos jogar»

Técnico deixou reparos ao tapete verde dos viseenses na antevisão do jogo com o Estoril

• Foto: Ac. Viseu
Depois de entrar em cena na Allianz Cup com um empate frente ao Famalicão, o Ac. Viseu prepara-se agora para enfrentar o Estoril. Na antevisão da partida, agendada para as 12h45 desta quinta-feira, Jorge Costa deixou reparos ao relvado do Estádio do Fontelo.

"Esta questão do relvado é um handicap para nós. Não temos um bom relvado. Quando chove é péssimo. Hoje está um dia de chuva, felizmente amanhã vai estar sol e temos tido sorte de no dia dos jogos estar sempre sol. Num dia em que não haja sol não vamos jogar. Não temos hipótese nenhuma de jogar porque o relvado não nos vai permitir. Isso vai trazer outro problema grave: o calendário apertado que temos. Espero que a solução esteja para breve. Não quero de todo entrar em polémica, mas acho que se deve entregar as coisas a quem quer fazer as coisas bem feitas. Este projeto do Académico é um projeto como deve ser. Não é uma brincadeira, não estamos aqui a brincar. Vejo uma vontade enorme de o clube crescer em todas as áreas: crescer para cima e não para os lados", começou por referir, em declarações amplificadas pelo Jornal do Centro.

Sem lamentar a ausência de André Clóvis, que não pode jogar por estar emprestado pelo Estoril, o técnico perspetivou ainda o embate desta quinta-feira: "Está tudo em aberto. Uma vitória amanhã deixa-nos numa posição muito confortável. A margem é cada vez menor. Tudo o que se passar amanhã será decisivo na classificação. Honestamente, o nosso apuramento tem muito a ver com o jogo de amanhã. O Estoril é uma equipa que joga bem, completamente talhada para fazer bom futebol, com bons executantes e um bom treinador com uma ideia de jogo muito vincada".
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Ac. Viseu

Notícias

Notícias Mais Vistas