Rui Miguel regressa para a recuperação

Criativo de 33 anos é natural de Viseu e assinou um contrato válido até 2018

• Foto: Arquivo/Manuel Araújo

O bom filho a casa torna. Eis uma expressão que resume na perfeição a decisão que conduziu Rui Miguel novamente ao Académico de Viseu, na certeza o treinador Francisco Chaló encara toda a experiência acumulada pelo médio no futebol profissional como um fator determinante para conduzir o plantel ao patamar de equilíbrio que tem em perspetiva.

Natural de Viseu, Rui Miguel, agora com 33 anos, é um dos mais talentosos produtos que alguma vez saíram das camadas de formação dos beirões e também um dos argumentos que levou a direção viseense a rubricar um acordo com o médio válido até 2018. O criativo, que terminou a última temporada ao serviço dos moldavos do Zimbru, encontrava-se sem clube.

Aposta cirúrgica

Apesar dos sete pontos acumulados nas últimas três jornadas, o Académico de Viseu continua numa posição delicada no fundo da tabela, pelo que esta aposta está umbilicalmente relacionada com a criatividade que Rui Miguel pode conferir à manobra da equipa para a etapa decisiva do campeonato.

Uma contratação cirúrgica também para colmatar a lesão prolongada do médio João Martins, que contraiu uma lesão no ligamento cruzado de um joelho logo no teste de estreia, em julho, e deixou os beirões órfãos de uma referência para o miolo.

Por Pedro Malacó
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de AC Viseu

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.