Carlos Pinto: «A Académica é um clube grande»

Acredita que a Briosa vai lutar pela subida

• Foto: AAC

A bola já começou a rolar na academia dos estudantes. Depois dos exames médicos realizados ontem, esta terça-feira ficou marcada pelos primeiros treinos da equipa, mas também pela primeira conferência de imprensa de Carlos Pinto, o novo treinador da formação academista.

"Não tive dúvidas em assinar pela Académica. Trata-se de um clube grande, de que todos gostam. Viemos porque temos a ambição de colocar a Académica na 1.ª Liga", defendeu o técnico, pouco antes do treino vespertino, aberto aos adeptos e sócios da Briosa.

Com a chegada de uma mão cheia de reforços – Peçanha, Júlio Neiva, William, Reko, Zé Paulo – e várias outras renovações, Carlos Pinto acredita que o plantel está a ser bem construído, apesar das limitações orçamentais do clube. "Estou muito satisfeito. Como sabem, o plantel não está completo e a situação financeira não acompanha, neste momento, a grandeza do clube. É importante dizer que todos os que vieram e todos os que chegaram tiveram a indicação do treinador Carlos Pinto. Temos os alvos identificados, mas temos de ser pacientes", defendeu o técnico, que espera ainda a chegada de "4 ou 5 reforços".

Yuri também está de saída

Os primeiros dias de trabalho indicaram aquilo que já se sabia: João Real e Zé Tiago não entravam nas contas de Carlos Pinto. Agora, ficou-se a saber que também Yuri e João Simões têm a porta do clube aberta. "Ser treinador não é fácil. Não conto com eles, por razões técnicas, e tenho de assumir isso", salientou.

Por Ricardo Chambel
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Académica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0