Costinha: «Se pensam que atiramos a toalha ao chão estão enganados»

Técnico lança duras críticas à arbitragem mas rejeita desistir

• Foto: Bruno Teixeira Pires

Na antevisão do encontro com o Sporting B, marcado para esta sexta-feira, às 15 horas, Costinha dividiu o protagonismo das duas declarações entre o duelo com os leões e o que aconteceu no último jogo, no terreno do V. Guimarães B (derrota por 1-2).

"Apesar da derrota, nada mudou no nosso dia-a-dia. Trabalhámos da mesma forma, com a mesma vontade e o mesmo desejo. Sabemos bem a distância que temos para os dois primeiros classificados, mas deixei bem claro na mensagem de Natal para os sócios que a última coisa que vamos fazer é desistir", frisou o técnico, lançando-se, depois, aos árbitros. "É necessário perceber porque perdemos em Guimarães. Curiosamente, as três equipas que perseguem os dois primeiros classificados queixaram-se. Não digo que foram afastados da corrida, mas ficaram um pouco mais longe, não por jogarem mal, mas por outras situações", atirou.

Apesar do objetivo estar agora mais longe, o discurso de otimismo mantém-se. "Com todas as contrariedades que possamos ter, desistir não faz parte desta equipa técnica ou dos jogadores. Se pensam que atiramos a toalha ao chão estão enganados", defendeu Costinha.

"Foi ladroagem"

As suspeitas de Costinha em relação à verdade desportiva da competição atingiram o ponto mais alto quando voltou a debruçar-se sobre o que aconteceu em Guimarães. "Não foi uma arbitragem, foi ladroagem. Não tenho a mania dos fantasmas, admito que eles se possam enganar, mas quando os adversários também ficam perplexos com o que está a acontecer é sinal que há algo de estranho. Está a ver-se muito bem quem são as equipas financeiramente fortes, não só em ordenados, e que conseguem dar algo que a Académica, o Cova da Piedade ou o Santa Clara não conseguem dar. Há muitas formas de afastar equipas da luta pela subida", denunciou.

Sem Yuri e João Real, castigados, tudo indica que o técnico academista não possa contar também com Makonda, por lesão. Para além disso, jogadores como Kaká e Nii Plange, habituais titulares, foram autorizados a apresentarem-se só esta quinta-feira, o que quer dizer que também não deverão fazer parte das escolhas de Costinha para este jogo.

Por Ricardo Chambel
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Académica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.