Maló de Abreu: «Que não haja cartas na manga»

Possível mudança para SAD leva Presidente da Mesa da AG a pedir transparência

• Foto: Bruno Teixeira Pires

À entrada para o Conselho Académico, onde a direção da Académica, liderada por Pedro Roxo, apresentou aos conselheiros o projeto que tem para a passagem do modelo de gestão de SDUQ para SAD, Maló de Abreu, presidente da Mesa da Assembleia-Geral dos estudantes, foi perentório ao dizer que tem "linhas vermelhos neste processo".

Em declarações ao programa 'Prognósticos', da Radio Universidade de Coimbra, o líder máximo da Briosa pediu "defesa intransigente dos princípios e valores da Académica, um processo absolutamente transparente e uma grande participação dos sócios".

"A direção pediu-nos uma convocatória de uma assembleia, para decidir sobre o modelo de gestão da Académica, e eu tenho a obrigação de convocar o que se chama de referendo, que já no passado foi feito. Optei por, num primeiro passo, ouvir o Conselho Académica, muito atentamente", começou por dizer Maló de Abreu, antes de deixar alguns avisos importantes.

"Eu tenho linhas vermelhas neste processo. Primeiro, a defesa intransigente dos princípios e valores da Académica. Segundo, que seja um processo absolutamente transparente. Quero que haja um conjunto de ações por parte da direção, de grande esclarecimento de todos os sócios. Não quero que nenhum sócio tenha dúvidas sobre aquilo que vai votar. Eu não conheço o projeto, mas quero que a direção ponha à disposição de todos os sócios todos os elementos e que não haja cartas na manga. Terceiro aspeto: quero também que haja uma grande participação. Os sócios têm o dever de, numa questão fundamental para a Académica, estejam a favor ou contra, participar neste ato", reiterou, sendo, depois, ainda mais explícito sobre os ‘timings’ que pretende para esta discussão.

"Eu não quero isto a mata-cavalo. Não é para fazer amanhã. Se fosse para ser amanhã, tinha-se feito há 3 meses, não era agora. Isto não é para a semana. Isto não é assim. Há um tempo de maturação, de audição e de preparação, para que toda a gente esteja esclarecida neste assunto", defendeu.

Por Ricardo Chambel
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Académica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.