Mau tempo: Académica abre conta solidária para recuperar Academia Briosa XXI

Clube muito afetado pelo mau tempo

A Académica - Organismo Autónomo de Futebol anunciou este domingo a abertura de uma conta solidária para receber donativos que possam contribuir para a recuperação da Academia Briosa XXI, que sofreu prejuízos de grande dimensão na sequência do mau tempo.

Num comunicado colocado na página do clube na Internet, a direção liderada por Pedro Roxo refere que, "em função das múltiplas manifestações e intenções de ajuda que tem recebido por parte de sócios, simpatizantes e empresas da região, decidiu abrir uma conta solidária visando exclusivamente a recuperação da Academia".

"Para uma melhor organização e transparência, solicitamos que os interessados enviem os seus donativos para o IBAN: PT50 0036 0033 9910 0419 8385 0", lê-se no comunicado, em que a Académica agradece "todas as mensagens de solidariedade e a disponibilidade apresentada por tantos sócios para colaborarem nesta altura".

Devido à situação, a Briosa prepara no Estádio do Condeixa o jogo com a Oliveirense, da 14.ª jornada da 2.ª Liga, que se disputa no próximo sábado, às 17:15.

No sábado, a Académica anunciou hoje que a sua Academia de futebol, em Coimbra, sofreu prejuízos de grande dimensão na sequência do mau tempo.

"A Direção da Associação Académica de Coimbra/OAF vem, com muita tristeza, dar conhecimento aos seus sócios e simpatizantes da situação catastrófica em que se encontra a Academia Briosa XXI, como resultado das condições climatéricas que se têm feito sentir nos últimos dias", explica.

O mau tempo que tem atingido Portugal, sobretudo a região Centro, tem provocado problemas no abastecimento de água em vários municípios, mas também há registo de situações problemáticas com a distribuição de eletricidade, além de comunicações.

Os fortes efeitos do mau tempo, que se fazem sentir desde quarta-feira, já provocaram dois mortos, um desaparecido, deixaram 144 pessoas desalojadas e 320 pessoas deslocadas por precaução, registando-se mais de 11.200 ocorrências no continente português, na maioria inundações e quedas de árvore.

Só no sábado, registaram-se mais de 1.700 ocorrências.

O mau tempo provocado pela depressão Elsa, entre quarta e sexta-feira, a que se juntou no sábado o impacto da depressão Fabien, provocou também condicionamentos na circulação rodoviária, bem como danos na rede elétrica, afetando a distribuição de energia a milhares de pessoas, em especial na região Centro.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Académica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.