Rui Borges: «Temos de nos agarrar à pequena esperança que existe»

Treinador quer a equipa focada na vitória e sem pensar no jogo em Arouca

• Foto: Bruno Teixeira

Na antevisão do encontro deste sábado, em Matosinhos, Rui Borges lembrou que ainda "há uma pequena esperança" e que a equipa precisa de se "agarrar a ela". Para o técnico dos estudantes, o mais importante é que a Académica "consiga ganhar o Leixões" e só depois disso olhar para o Arouca – Chaves para ver se a equipa transmontana dá uma ‘ajuda’, que permita que seja a Briosa a acabar a Liga Sabseg em lugar de playoff. Mesmo que assim não seja, Rui Borges não tem dúvidas sobre o sucesso desta temporada. "Tivemos tão perto que custa mais a engolir. Mas nada retirará o sentimento de orgulho e de dever cumprido", sublinhou.

Futuro em aberto

Para o treinador, a questão se fica ou não na Académica é algo que tem que ser perguntado à Direção academista e não a ele. "Não é a mim que têm de perguntar. Não penso nisso, estou mesmo focado no último jogo. Fizemos um trabalho competente, estamos felizes em Coimbra e tem sido um orgulho enorme trabalhar num clube tão grande", defendeu.

Para este jogo, o técnico já pode contar com Bruno Teles, que no último jogo estava castigado. Em sentido contrário, Traquina está fora das opções.

Por Ricardo Chambel
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Académica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.