Miguel Leal: «Não somos de certeza os favoritos a subir»

Eliminado da Allianz Cup, técnico arouquense aponta já ao campeonato da 2ª Liga

• Foto: Hugo Monteiro
PUB

O Arouca foi afastado da Allianz Cup este domingo, em casa, frente ao Chaves. Agora o horizonte é o campeonato da 2ª Liga que começa dentro de duas semanas.

Instado a comentar se o Arouca pode intrometer-se na luta pela subida, o treinador Miguel Leal foi 'racional'.
"Vamos fazer por isso, por estar dentro da luta dos de cima. Vamos lutar forte e feio! Agora não somos de certeza os favoritos", defendeu, elogiando também a "superação" e "entrega" da equipa arouquense no duelo com os flavienses.

"Fizemos o que podíamos. Fizemos um excelente jogo contra um excelente adversário de outro escalão. Nos penáltis, alguém tinha de falhar e, infelizmente, calhou a nós. Acima de tudo temos de estar satisfeitos e continuar em frente. Foi também um teste às nossas opções para o início do campeonato. O Chaves pode ter tido mais posse de bola e remates, mas, em termos de oportunidades de golo, só o Arouca é que teve", prosseguiu o técnico, agradado com a prestação dos seus jogadores.

A derrota aconteceu nos penáltis, ao contrário do que havia decorrido na 1ª fase, em Famalicão, onde os arouquenses se apuraram no desempate da marca dos 11 metros. O Chaves tinha aí um claro objeto de estudo bem fresquinho. "Sim, isso foi uma mais-valia. O guarda-redes do Chaves acertou sempre no lado para onde a bola foi", reconheceu Miguel Leal.

Quanto às necessidades e aspetos a melhor da sua equipa, Leal aponta: "Na frente faltou um decisor de passe porque as bolas para matar escassearam." Ainda assim, não concluiu sem antes dizer que o plantel lhe dá "garantias" e de dar os "parabéns" aos seus jogadores pelo jogo que fizeram com o Chaves.

Por Ruben Tavares
Deixe o seu comentário
PUB