Diretor-geral Joel Pinho e adjunto Filipe Freitas suspensos por 30 dias

Pelas respetivas expulsões no jogo contra o Chaves. Foram ainda multa em 1.785 euros

• Foto: Hugo Monteiro

O jogo em Chaves resultou em duras punições para o Arouca. O diretor-geral Joel Pinho e o adjunto de Armando Evangelista, Filipe Freitas, foram suspensos 30 dias, tendo igualmente sido aplicadas as respetivas multas no valor de 1.785 euros.

Conforme se pode no relatório do delegado da Liga e do árbitro Rui Lima, Joel Pinho "saiu deliberadamente da área técnica de braços no ar, em direção da zona do quarto árbitro", dizendo repetidamente "Isto nem falta é e dás amarelo!!?", acrescentando: "Já vi tudo, já vi ao que vieram, é vergonhoso".

Já Filipe Freitas recebeu ordem de expulsão por "protestar com a equipa de arbitragem dizendo em tom alto e exaltado: 'isto é vergonhoso, isto é uma vergonha, nunca vi uma vergonha destas, ide brincar com o c...'".

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Arouca

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.