Quim Machado: «A falta de sorte tem sido determinante»

Arouquenses empataram (0-0) com a Oliveirense e acabaram primeira volta no último lugar

• Foto: Vítor Chi

Este domingo foi mais um capítulo do fado infeliz do Arouca esta temporada, que não vence desde a 9ª jornada e hoje, ao empatar a zero em casa com a Oliveirense, terminou a primeira volta em último lugar. São cinco empates nos últimos seis jogos.

"Queríamos entrar com tudo para ganhar o jogo. Todavia, num momento difícil como este, a ansiedade e a intranquilidade vêm ao de cima. Mandámos duas bolas ao poste e, noutros lances, com mais discernimento, teríamos chegado ao golo. No futebol o que conta são os golos. A haver um vencedor seria o Arouca. Foi uma pena não termos ganho. Merecíamos a vitória. Acho que fomos superiores praticamente o jogo todo. Conseguimos fazer jogo interior e pelos flancos. Conseguimos tudo naquilo que é produção de jogo. Na parte final, mais expostos, concedemos um lance ou outro à Oliveirense", analisou o treinador arouquense, Quim Machado.

Por outro lado, o técnico quer acreditar numa segunda volta com mais sorte. "Na 2ª Liga só nas últimas duas, três jornadas é que se decide tudo. É preciso ganhar para sair desta posição. Os jogadores têm feito jogos brilhantes, agora falta sempre aqui, ali um pormenor. A falta de sorte tem sido determinante, mas só há um caminho a seguir: continuar a trabalhar para sair deste lugar", concluiu.

Por Ruben Tavares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Arouca

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.