Quim Machado: «Jogadores vão jogar no limite»

Treinador garante garra para bater o Ac. Viseu e deixar o último lugar

• Foto: José Gageiro / Movephoto

Ao regresso às vitórias frente ao Penafiel (2-0), sucedeu o desaire da última quarta-feira, no Seixal, frente ao Benfica B (3-1). Esta tarde, o Arouca recebe o Ac. Viseu e Quim Machado garante que os seus jogadores vão jogar no máximo.

"A derrota com o Benfica B foi um resultado enganador e até injusto pelas oportunidades que criámos. Os jogadores têm noção disso e vamos ter os jogadores novamente no limite amanhã [hoje]. Vamos voltar às vitórias porque esse é o único caminho", afirmou o técnico arouquense, na antevisão ao confronto com os viseenses.

Nos jogos em casa, a equipa, sob o comando de Quim Machado, perdeu apenas uma vez diante dos seus adeptos e o treinador sabe da importância desse fator. "Em casa é importante ganhar e temos tido o apoio da nossa massa associativa. Têm demonstrado que estão connosco e é importante o apoio deles. Vamos ter dois jogos em casa seguidos e é importante ganhá-los. O nosso público, nos jogos no nosso estádio, têm-se portado muito bem", considerou ainda.

Arouca e Ac. Viseu estiveram na luta pela subida até à reta final do campeonato na época passada e hoje estão ambas nas posições mais do fundo da tabela. Por isso, este jogo pode ter alguma importância acrescida. "Na segunda liga não há adversários fáceis. Aconteceu ao Ac. Viseu e também a nós: ano diferente, posições diferentes. É muito importante ganhar. Não é olhando para a tabela classificativa que se vê a qualidade do adversário. É aquela questão de um jogo que pode valer seis pontos. Temos de olhar também para esse aspeto, ganhar às equipas que estão na mesma zona que nós", sublinha Quim Machado.

Sabendo que o plantel viseense se reforçou no último dia de mercado com jogadores do gabarito de Nélson Lenho e Diogo Santos, o treinador do Arouca defende que o caminho é olhar para a sua equipa fazendo um balanço positivo do período intermédio de transferências internamente, sendo que o emblema do vale da Serra da Freita recebeu o avançado Baba Seck no dia 31 de janeiro.

"Todas as equipas tentam até ao último dia reforçar o seu plantel. É o que nestes dias tentámos fazer. Todos nós queremos os melhores jogadores, Ronaldos, Messis… mas agora que o mercado fechou, é concentrar no mais importante: ganhar jogos", disse o técnico, antes de também comentar a entrada bem-sucedida dos reforços Breitner e Willian no Seixal, foram protagonistas do golo arouquense: "Vêm acrescentar, têm valor e tornam a concorrência ainda maior."

O Arouca, que ocupa o 18º e último lugar, com 18 pontos, recebe o 14º, Ac. Viseu, com 20. O jogo tem início marcado para as 15 horas deste domingo, no Estádio Municipal de Arouca.

Por Ruben Tavares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Arouca

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.