César Peixoto: «Queremos pôr em prática a ideia de jogo que temos»

Treinador do Chaves fez a antevisão do jogo com o Vilafranquense

• Foto: Peter Spark / Movephoto

Depois do desaire com o FC Porto, para a Taça da Liga, o Chaves regressa aos jogos do campeonato, desta feita frente ao Vilafranquense. Na antevisão do encontro, César Peixoto, treinador dos flavienses, assumiu estar satisfeito com o plantel que tem e revelou que a sua prioridade é que os jogadores assimilem a sua ideia de jogo.

O novo treinador dos transmontanos começou por deixar elogios ao adversário. ""O importante para termos um bom final de ano é pormos em prática o que treinamos e por em prática a ideia de jogo que nós temos. Os jogadores têm trabalhado afincadamente para conseguir aprender e assimilar o mais rapidamente possível a nossa ideia e a nossa identidade de jogo, sabendo que vamos ter um jogo difícil, frente a um Vilafranquense que já não perde há quatro ou cinco jogo e tem qualidade e estabilidade diretiva e acredito que venha para nos complicar a vida em casa, mas nós sabemos da qualidade que temos que individual quer coletiva e acreditamos que vamos estar fortes, vamos lutar pelos três pontos e acredito mesmo que vamos vencer", salientou.

César Peixoto enfretou o FC Porto com apenas três treinos no clube, mas garante que, agora, já se notam mudanças: "Antes do jogo com o Porto tínhamos três treinos, mas já se viu alguma coisa. Nem tudo estava como nós queremos, mas conforme vão passando os dias vamos adquirindo, assimilando e adaptando a nossa ideia de jogo. È natural que já se veja mais qualquer coisa, mas também ainda não se vai conseguir ver tudo. Não tenho dúvida nenhuma que vamos estar fortes, com qualidade e a querer ser proativos".

O técnico concluiu analisando o plantel do Chaves. "Estou contente com os jogadores que tenho. A equipa do Chaves, e eu também já fui adversário e sei do que falo, tem muita qualidade individual e coletiva. O Costinha era uma situação que já estava resolvida antes de eu aqui chegar, mas isso é com a administração da SAD e não comigo. Estou contente com os jogadores que tenho. Neste momento, para ser sincero, estou preocupado com o incutir e transmitir a minha ideia de jogo e recuperar esta equipa para entrarmos na rota das vitórias. Não esperem por muitas mexidas, pois isso não vai haver de certeza absoluta. Confio nestes jogadores e sobretudo confio no meu trabalho e no da minha equipa técnica, que nos vai levar à rota das vitorias de certeza absoluta", rematou.

Por Paulo Silva Reis
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Chaves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.