Fazer história em duplicado

Melhor série de sempre no campeonato pode ser batida na Luz, onde não há vitórias para registo

• Foto: Lusa

O Chaves desloca-se na próxima jornada ao Estádio da Luz com a possibilidade de bater um registo histórico que perdura há muitos anos. Com o triunfo diante do V. Guimarães, os flavienses somaram o oitavo jogo seguido sem perder no campeonato e igualaram o feito da temporada de 1989/90. Agora, diante do Benfica, essa marca pode ser ultrapassada, mas para isso o Chaves terá de sair ‘vivo’ da Luz, algo que não sucede desde 1988. Aliás, a formação de Trás-os-Montes nunca venceu no reduto dos encarnados para a Liga e pode, se o conseguir, fazer história de duas formas distintas.

Em 17 jogos disputados entre o Chaves e o Benfica na Luz, os flavienses somam apenas dois empates e já não conseguem pontuar há 11 épocas. Será então preciso uma exibição de excelência para chegar à história, algo que os comandados de Luís Castro têm provado conseguir fazer. Ainda assim, o técnico prefere não se focar nos registos históricos e garante estar concentrado apenas em ajudar o clube diariamente. "É uma marca importante para o Chaves, mas não para mim. Não corro atrás de recordes, corro atrás de trabalho diário, de fazer o melhor pela instituição, mais nada, história é história, quero ficar ligado aos clubes pelo respeito que tenho pelos clubes e pelo respeito que gosto que tenham por mim", referiu Luís Castro sobre o assunto, ciente que na próxima jornada vão estar em confronto duas equipas com armas muito diferentes. O que não invalida a vontade de manter a série invencível e de bater o pé ao atual tetracampeão na sua própria casa.

Por José Miguel Machado e Paulo Silva Reis
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Chaves

Notícias

Notícias Mais Vistas