José Mota: «Jogo podia ter outro resultado se as coisas fossem de verdade...»

Treinador deixa reparo à arbitragem

• Foto: Lusa

José Mota analisou na Sport TV a derrota deste sábado frente ao Sporting falando de duas partes diferentes numa partida que, a seu ver, teria de ter outro resultado.

Análise

"Existiram duas partes distintas. A primeira com maior domínio do Sporting, nem sempre conseguimos anular os corredores onde o Sporting é muito forte. Tivemos dificuldades, demos espaço e o Sporting canalizou o jogo por ali. Fomos passivos. Mesmo assim, tentámos dividir o jogo na primeira parte, tivemos mais cantos, algumas situações de finalização mas a verdade é que o Sporting estava a vencer porque teve as melhores oportunidades

A segunda parte foi diferente, mesmo quando Jefferson foi expulso. Anulámos a força do Sporting nos corredores, tivemos mais bola, mais oportunidades, fomos melhores com 11 e com 10. Com 10 a estratégia era tentar o golo e penso que a equipa continuou a posicionar-se bem, equipa unida. Mas aconteceu o golo, mérito do Sporting. Penso que houve antes um fora de jogo e podia ser anulado, mas estas questões acontecem sempre. Ainda tentámos o empate, fizemos tudo mas não conseguimos. Agora, merecíamos outro resultado por tudo o que fizemos."

Dois homens de área

"Porque sabíamos que o Sporting gosta que os centrais saiam a jogar e queríamos aproveitar. É uma equipa que defende com três, se pudéssemos reagir bem tínhamos espaço. Essa aposta acabou por dar efeito, mesmo com 10 nunca deixámos o Sporting jogar, fomos pressionantes, obrigámos a errar. Tivemos o jogo equilibrado e poderia ter outro resultado se as coisas fossem de verdade... Se disser alguma coisa, vão dizer que estou a falar disto ou daquilo... Toda a gente ficou com dúvidas em vários lances, vocês é que têm de decifrar".

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Chaves

Chaves: Resistência sem casos a reportar

Jogadores receberam autorização da SAD para sair da região e o guardião Ricardo, por ser doente oncológico, é um dos que regressou para junto da família, mas a maioria optou por permanecer no Alto Tâmega, onde ainda não há registo de infetados por covid-19

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.