Cova da Piedade adia eleições e prolonga mandatos até maio de 2021 devido à covid-19

A decisão foi aprovada com "apenas um voto contra"

• Foto: Facebook

As eleições no Cova da Piedade foram adiadas para maio de 2021 e os mandatos dos órgãos sociais prolongados até essa dada, disse esta quinta-feira à Lusa o presidente da mesa de Assembleia-Geral (AG) do clube, Paulo Martins Vieira.

A decisão, motivada pela pandemia de covid-19, foi aprovada com "apenas um voto contra", numa AG que terminou já durante a madrugada de hoje e foi realizada em 'casa emprestada', no salão de festas da Incrível Almadense, de forma a garantir as condições de distanciamento e segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Na reunião estiveram presentes 37 associados, que aprovaram também o Relatório de Atividades e Contas de 2019, assim como o Plano de Atividades e Orçamento para 2020/21.

A AG dos piedenses estava, inicialmente, agendada para o final de março, data em que deviam ser submetidos a votação os referidos documentos e marcadas as eleições para o mês de maio deste ano, mas foi suspensa após o confinamento imposto pelo estado de emergência que vigorou a partir de 19 de março, devido à pandemia de covid-19.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Cova da Piedade

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.