Record

Aves-U. Leiria, 0-2: Vitória sem discussão

VISITANTES DE OLHO NA SUBIDA

A União de Leiria venceu hoje no terreno do Desportivo das Aves (2-0), em jogo da 26.ª jornada da Liga de Honra, e reforçou a sua candidatura à subida de divisão. Com esta vitória, a equipa orientada por Manuel Fernandes soma 45 pontos, colocando-se a apenas 3 do Santa Clara, primeiro classificado que perdeu sábado com o Boavista (1-3), e a 1 do Olhanense (com menos um jogo, recebe hoje o Freamunde).

O triunfo é inteiramente merecido já que a equipa de Leiria foi, de longe, a melhor equipa em campo e a que dispôs de mais e melhores oportunidades, marcando por Paulo Vinicius (4') e Luiz Carlos (77), ambos de cabeça e na sequência de pontapés de canto.

A equipa da casa raramente mostrou argumentos para fazer face ao maior poderio técnico e físico da equipa adversária, ainda que, a espaços, tenha conseguido empurrar a União de Leiria para a sua área, mas sem criar lances de perigo.

A União de Leiria colocou-se em vantagem bem cedo (4'), por Paulo Vinicius, que cabeceou sem oposição após canto da esquerda, isto imediatamente a seguir a um lance semelhante de Ouatarra, mas que Ruben Lima salvou em cima da linha de golo.

O Aves respondeu de forma tímida, aos 12 minutos, com um remate de Vinicius, em boa posição, mas por alto, e, um minuto depois, a União de Leiria quase marcou novamente, por Carlão que, isolado, não conseguiu ultrapassar Rui Faria.

A equipa visitante dominava por completo: aos 23 minutos Pedro Cervantes fez tudo bem já na área, mas rematou para fora e aos 26, Cássio, de cabeça falhou incrivelmente o segundo golo da União de Leiria.

O melhor lance da equipa da casa na primeira parte foi um "tiro" de Gouveia (31), após toque de calcanhar de Romeu Torres, que não passou muito longe da baliza de Ricardo.

Na segunda parte, o treinador avense, Henrique Nunes, fez entrar Robert e Sami passando a jogar com quatro unidades no ataque (Rui Miguel, Romeu Torres, Robert e Sami), mas sem grandes resultados práticos.

Era a União de Leiria que criava mais perigo e a abrir a segunda metade (49'), Luiz Carlos, de cabeça, pôs à prova o guarda-redes contrário após canto da direita, prenúncio do que aconteceria já aos 77 minutos, quando o defesa-central brasileiro sentenciou a partida ao cabecear para dentro da baliza de Rui Faria (ficou a sensação que podia ter feito algo mais) o canto de Pedro Cervantes.

Logo a seguir (79'), o Desportivo das Aves criou a sua melhor oportunidade de golo, mas Rui Miguel, assistido por Robert, não conseguiu, de cabeça, desfeitear Ricardo.

Jogo disputado no Estádio Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves, sob a arbitragem de Paulo Costa (Porto) 

AVES: Rui Faria, Leandro (Sami, 75'), Sérgio Nunes, Tiago Valente, Pedro Geraldo, Vinicius (Romeu Ribeiro, 59'), Gouveia, André Carvalho, Ruben Lima (Robert, 46'), Romeu Torres e Rui Miguel. 

U. LEIRIA: Ricardo, Nelson, Mamadou Tall, Luiz Carlos, Paulo Vinicius, Tiago, Marco Soares, Ouatarra (André Santos, 70'), Pedro Cervantes, Carlão (Miguel Paixão, 90'+4) e Cássio (João Pedro, 90'+1).

Acção disciplinar: cartão amarelo para Romeu Torres (27'), Tiago (45'), Nelson (69'), Marco Soares (81'), Tiago Valente (82') e Carlão (90').

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

M