Casa Pia-Nacional, 0-1: Golo de Brayan Riascos dá vitória aos madeirenses

Lisboetas desperdiçaram uma grande penalidade

• Foto: Hélder Santos

Um tento solitário de Brayan Riascos deu este domingo a vitória ao Nacional (1-0), na visita ao reduto do Casa Pia, na 11.ª jornada da 2.ª Liga, num encontro em que os lisboetas falharam uma grande penalidade.

O avançado colombiano apontou o único golo, aos 32 minutos, numa partida em que Jorge Ribeiro desperdiçou uma grande penalidade para a formação da casa, aos 69 minutos.

O Nacional garantiu a continuidade no segundo lugar da tabela classificativa, com 25 pontos, a cinco do líder Farense, enquanto o Casa Pia continua aflito na penúltima posição, com sete, apenas mais um que o lanterna-vermelha Cova da Piedade.

O conjunto lisboeta entrou bem nos minutos iniciais, com boas decisões nas transições ofensivas, e o experiente Jorge Ribeiro teve nos pés três oportunidades, as únicas do Casa Pia no primeiro tempo, aos 17', 27' e 45'+2 minutos.

O Nacional ainda ameaçou por Kalindi Souza, aos 21 minutos, de muito longe, e por Leonel Mosevich, aos 23', de cabeça, antes de chegar ao golo inaugural, aos 32', por Brayan Riascos, que apareceu bem entre os defesas do Casa Pia e concluiu, de cabeça, um cruzamento da esquerda de João Camacho.

Na segunda parte, Ibrahim Alhassan, aos 49', cabeceou a escassos centímetros da baliza e, dez minutos depois, o poste travou o segundo golo do Nacional, após remate de João Camacho, numa grande ocasião para os insulares.

Os gansos beneficiaram de uma grande penalidade, aos 69', após falta cometida por Rúben Micael sobre Jeka, mas Jorge Ribeiro, que já tinha atirado ao lado dois minutos antes, voltou a falhar a baliza, rematando por cima.

Desperdiçada uma oportunidade flagrante, o Casa Pia encostou o Nacional para junto da sua baliza, dominando por completo o encontro nos últimos 30 minutos, em busca de um golo que era merecido, mas que acabou por não surgir.

Depois do recém-entrado Kenji Gorré, nos madeirenses, ter rematado para defesa de Rodolfo Barata, Mateus Fonseca atirou por cima, aos 84', num remate ainda desviado por um defesa insular, e Daniel Guimarães, em cima do minuto 90, negou o empate a Rodrigo Dantas, com uma enorme defesa.

Jogo realizado no Estádio Pina Manique, em Lisboa.

Casa Pia-Nacional, 0-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Brayan Riascos, 32 minutos.

Equipas:

- Casa Pia: Rodolfo Barata, Joel Monteiro, Lucas Castilho, Caio Marcelo, Bruno Simão (Evandro Roncatto, 57'), Kikas, Sávio Roberto (Rodrigo Dantas, 83'), Mateus Fonseca, Jorge Ribeiro, Jeka (Tharcysio, 76') e Wilson Kenidy.

Suplentes: Rafael Marques, Pedro Machado, David Rosa, Jean Victor, Rodrigo Dantas, Tharcysio e Evandro Roncatto.

Treinador: Rui Duarte.

- Nacional: Daniel Guimarães, Kalindi Souza, Rui Correia, Leonel Mosevich, Anthony Sosa, Ibrahim Alhassan, Rúben Micael (Mabrouk Rouai, 74), Brayan Riascos, João Camacho (Kenji Gorré, 73), Vítor Gonçalves (Marcelo Freitas, 85) e Bryan Róchez.

Suplentes: Ohoulo Framelin, Júlio César, Marcelo Freitas, Mabrouk Rouai, Kenji Gorré, Witi Quembo e Paulo Victor.

Treinador: Luís Freire.

Árbitro: Fábio Melo (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Leonel Mosevich (45'), Lucas Castilho (51'), Jorge Ribeiro (56'), Daniel Guimarães (68'), Caio Marcelo (75'), Wilson Kenidy (87') e Brayan Riascos (89').

Assistência: cerca de 500 espetadores.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.