Cova da Piedade-Oliveirense, 3-2: Piedenses dão mais um passo rumo à permanência

Robson bisou e João Mendes marcou o último para a formação da casa

Bruno Ribeiro, treinador do Cova da Piedade
• Foto: Simão Freitas

O Cova da Piedade venceu esta quarta-feira a Oliveirense por 3-2, em jogo da 33.ª jornada da 2ª Liga, resultado que permite à equipa da margem sul do Tejo dar um passo importante rumo à permanência.

Apesar de o conjunto de Oliveira de Azeméis ter marcado primeiro, os piedenses, treinados por Bruno Ribeiro, conseguiram operar a reviravolta ainda antes do intervalo. Robson, autor de dois golos, foi a figura do jogo, num dia em que completou 300 partidas em provas profissionais em Portugal.

A Oliveirense, conjunto que pecou em demasia na finalização, falhou o objetivo de somar o terceiro êxito consecutivo na competição. Apesar do desaire, o clube nortenho mantém-se num confortável 12.º lugar com 42 pontos.

Na primeira incursão que fez à baliza contrária, aos oito minutos, a Oliveirense colocou-se na frente do marcador por intermédio de Brayan Riascos. Livre de marcação, o avançado cabeceou para o golo, após assistência de Sérgio Ribeiro na direita.

A perder por 1-0, os piedenses reagiram e começaram a aproximar-se da área contrária e, depois de falharem três boas situações empataram mesmo antes do intervalo por Cleo, aos 43.

Motivados pelo golo, os anfitriões pressionaram nos instantes finais da primeira etapa, conseguindo operar a reviravolta no marcador no primeiro dos dois minutos de compensação. Robson, após assistência de Hugo Firmino, limitou-se a empurrar para o 2-1, aos 45+1.

Após o intervalo, aos 47 minutos, a Oliveirense esteve perto de marcar, quando João Amorim rematou para defesa difícil de Pedro Alves.

Praticamente na resposta, Mathaus derrubou Dieguinho, permitindo que Robson ampliasse, de grande penalidade, a vantagem dos piedenses para 3-1, aos 49.

Os comandados de Pedro Miguel reagiram e, depois de João Amorim ter 'disparado' à trave, aos 53 minutos, a Oliveirense conseguiu encurtar a distância no resultado no lance seguinte, quando o recém-entrado João Mendes rematou cruzado fora do alcance de Pedro Alves, fazendo o 3-2.

Até ao apito final, apesar das tentativas da Oliveirense - Brayan Riascos desperdiçou a igualdade aos 58 minutos -, o Cova da Piedade, que jogou a partir dos 75 minutos em superioridade numérica devido à expulsão de Mathaus, conseguiu segurar a vantagem no marcador.

Jogo disputado no Estádio Municipal José Martins Vieira, na Cova da Piedade.

Cova da Piedade - Oliveirense, 3-2.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

0-1, Brayan Riascos, 8 minutos.

1-1, Cleo, 43.

2-1, Robson, 45+1.

3-1, Robson, 49 (grande penalidade).

3-2, João Mendes, 54.

Equipas:

Cova da Piedade: Pedro Alves, Soares, Willyan, Evaldo, Robson, Adilson (Kalidou, 76), Daniel Almeida, Cleo (Sori Mane, 61), Hugo Firmino, Miguel Rosa e Dieguinho (Ballack, 67).

(Suplentes: Romario, Sori Mane, Ballack, Pedro Carneiro, Tiago Lima Pereira, Kalidou e Liu).

Treinador: Bruno Ribeiro.

Oliveirense: Júlio Coelho, Alemão, Mathaus, Sérgio Silva, Ricardo Tavares, Filipe Gonçalves (João Mendes, 52), João Amorim (Fabian, 83), António Oliveira, Sérgio Ribeiro (Serginho, 67), Fati e Brayan Riascos.

(Suplentes: Victor Jenné, Clayton, João Mendes, Serginho, Diogo Valente, Fabian e Gabi).

Treinador: Pedro Miguel.

Árbitro: Carlos Xistra (AF Castelo Branco).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Mathaus (37 e 75), João Amorim (40), Hugo Firmino (82), Fabian (87) e Soares (89). Cartão vermelho, por acumulação de amarelos, para Mathaus (75).

Assistência: 653 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.