Cova da Piedade-Real, 1-0: Penálti de Dieguinho fez a diferença

Avançado brasileiro deu vitória à equipa de Almada

• Foto: Paulo Calado

Uma grande penalidade apontada pelo avançado brasileiro Dieguinho, aos 70 minutos, ditou este sábado o triunfo do Cova da Piedade sobre o Real Massamá por 1-0, em jogo da 17.ª jornada da Segunda Liga.

Foi a segunda vitória consecutiva do Cova da Piedade em casa, resultado que permite à equipa da margem sul do Tejo fugir na zona da despromoção, enquanto Dieguinho apontou o seu quinto golo, reforçando a condição de melhor marcador dos piedenses no campeonato.

Já o Real, que não vence desde o dia 7 de outubro, data em que foi à Madeira derrotar o Nacional por 4-0, resvalou para a última posição da Segunda Liga, por troca com o Vitória de Guimarães B, que recebeu e bateu o Benfica B por 1-0.

E foi apenas aos 19 minutos, através do médio brasileiro Robson, que a equipa anfitriã criou perigo. Canto apontado na direita, Willyan tocou de cabeça para trás e, à entrada da área, Robson rematou de primeira, com a bola a sair perto do poste esquerda da baliza defendida por Tom Santos.

Aos 34 minutos, perigo real da equipa que veio de Massamá. Após Pedro Alves ter defendido para canto um remate rasteiro de Abdoulaye, na marcação do respetivo pontapé de canto o avançado Carlos Vinícius falhou o golo de forma incrível.

A equipa da Piedade continuou a atacar mais, a ter mais posse de bola, mas o principal equívoco no seu ataque chamou-se Dieguinho, futebolista que hoje atuou como segundo ponta de lança e afastado da sua posição natural de ponta esquerda.

O técnico Bruno Ribeiro lançou em campo, aos 56 minutos, o acutilante avançado brasileiro Cleo, para tentar desfazer o nulo.

Mas seria o imprevisível Dieguinho a desbloquear o marcador, com uma arrancada imparável pela esquerda só travada em falta dentro da grande área pelo lateral Paulinho.

O mesmo Dieguinho marcou a grande penalidade, aos 70 minutos, no que foi o primeiro e único golo da partida, que ditou o triunfo da equipa de Almada.

Em desespero de causa, o Real mexeu no esqueleto do conjunto, reforçou o seu ataque com as entradas de Marcelo Lopes e Abou Touré, mas já não conseguiu evitar mais uma derrota, a 11.ª da temporada.

E acabou por terminar o jogo com menos um futebolista, por expulsão do defesa Paulinho, aos 85 minutos, por acumulação de cartões amarelos.

Jogo realizado no Estádio José Martins Vieira, na Cova da Piedade, Almada

Cova da Piedade-Real, 1-0

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, Dieguinho, 70 minutos (penálti)

Equipas:

- Cova da Piedade: Pedro Alves, Michael da Silva, Willyan, Daniel Almeida, Evaldo, Soares, Robson, Hugo Firmino (Pedro Carneiro, 75), Ballack, Dieguinho (Sori Mane, 81) e Yuhao Liu (Cleo, 56).

(Suplentes: Francesco Anacoura, Wang Chu, Sori Mane, Rafael Floro, Paulo Tavares, Pedro Carneiro e Cleo).

Treinador: Bruno Ribeiro.

- Real: Tom Santos, Paulinho, João Basso, Fokobo, Diogo Coelho, Rúben Marques (Tiago Morgado, 72), Sabry (Abou Touré, 60), Gustavo Cazonatti, Marcos Barbeiro (Marcelo Lopes, 66), Abdoulaye e Carlos Vinícius.

(Suplentes: Patrick Costinha, Dmytro Lytvyn, Brash, Zé Pedro, Marcelo Lopes e Tiago Morgado).

Treinador: Filipe Martins.

Árbitro: Gonçalo Martins (AF Vila Real).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Ballack (36), Sabry (42), Paulinho (70 e 85), Hugo Firmino (74), Sori Mane (84) e Cleo (87). Cartão vermelho a Paulinho por acumulação de amarelos (85).

Assistência: cerca de 700 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.