Record

Estoril-Leixões, 1-2: Vitória assegurada nos descontos

Primeiro triunfo da temporada para os homens do mar

• Foto: Hélder Santos
O Leixões conseguiu este domingo somar os três primeiros pontos na 2.ª Liga, ao vencer o Estoril, por 2-1, num encontro da terceira jornada em que o golo decisivo chegou já em tempo de compensação.

Os canarinhos partiam para a terceira ronda do campeonato sem qualquer golo consentido, tal como Mafra e Paços de Ferreira, mas o tento de Luís Silva, aos 17 minutos, mudou o paradigma.

A resposta chegou volvidos 10 minutos, através do avançado Roberto. No entanto, foi do banco que saiu a chave do desafio, com o avançado Pedro Henrique a operar a reviravolta, aos 90+2.

A entrada apática e desatenta dos jogadores liderados por Luís Freire foi castigada pelo golo leixonense, ainda que tenha sido precedido de uma posição irregular, por parte de Luís Silva, ao desenvencilhar-se dos centrais da casa e a cabecear com eficácia para o fundo da baliza de Thierry Graça.

Os visitantes iam justificando a vantagem no desafio, ao imporem-se frequentemente no último terço do meio-campo adversário, mesmo sem criar muitas ocasiões, mas a saber explorar os espaços descompensados.

Contudo, o Estoril acabou por conseguir chegar à igualdade, aos 27 minutos, no único lance em que a defesa do Leixões fracassou, permitindo ao brasileiro Roberto apontar o seu terceiro golo no campeonato.

O segundo tempo trouxe maior equilíbrio e mais perigo para ambas as balizas, porém só em tempo de compensação chegou o tento que assegurou os três pontos para a equipa de Matosinhos, pelos pés de Pedro Henrique.

Jogo realizado no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.

Estoril-Leixões, 1-2.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

0-1, Luís Silva, 17 minutos.

1-1, Roberto, 27.

1-2, Pedro Henrique, 90+2.

Equipas:

Estoril: Thierry Graça, João Góis, Oumar Diakhité, João Gomes, Furlan (João Vigário, 64), Filipe Soares (Gustavo Costa, 76), João Patrão, Gonçalo Santos (Wallyson Mallmann, 64), Aylton, Sandro Lima e Roberto.
Suplentes: Igor, João Vigário, Gustavo Costa, Diney Borges, Pedro Queirós, Wallyson Mallmann e Jonata.
Treinador: Luís Freire.

Leixões: Tony Batista, Jorge Silva, Bura, M. Costa, Bernardo, Luís Silva, (Stéphane Dasse, 77), Evandro Brandão (Pedro Henrique, 90), André Ceitil, Derick Poloni, Lawrence Ofori e Kukula (Erivaldo, 66).
Suplentes: Fábio Matos, Amine Oudrhiri, Pedro Henrique, Breitner da Silva, Erivaldo, Anthony Correia e Stéphane Dasse.
Treinador: Filipe Gouveia.

Árbitro: Nuno Almeida (AF Algarve).

Ação disciplinar: cartão amarelo para João Góis (14), Kukula (35) e Furlan (45).

Assistência: cerca de 1.000 espetadores.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

M