FC Porto B-Ac. Viseu, 2-3: beirões fecham ano com vitória no Olival

Turma de Viseu consegue escapar os lugares mais baixos da classificação

• Foto: Victor Sousa / Movephoto

O Académico de Viseu venceu esta quarta-feira em casa do FC Porto B 3-2, em jogo da 13.ª jornada da Segunda Liga, e subiu ao 13.º lugar, escapando os lugares mais baixos da classificação.

A equipa de Viseu adiantou-se aos 14 minutos, por João Vasco, e ampliou aos 47, por Paul Ayongo, de grande penalidade, tendo Francisco Conceição, aos 60, e João Marcelo, aos 71, ainda igualado para os dragões, golos insuficientes, uma vez que João Vasco, logo no minuto seguinte ao empate, bisou e assegurou o triunfo viseense.

Os portistas, que sofreram a quinta derrota caseira e continuam com 11 pontos, caindo para o 15.º posto, confirmaram ainda o seu mau desempenho defensivo no campeonato, com 25 golos sofridos, o que faz da equipa de Rui Barros a mais batida.

João Vasco, pelos golos, foi a grande figura do encontro, mas Francisco Conceição também esteve em foco e foi o grande agitador do ataque portista e a principal ameaça ao guarda-redes Ricardo Fernandes.

O Académico Viseu surpreendeu o FC Porto B com um futebol direto e acutilante e marcou na sequência de um lance em que Igor Araújo teve espaço e tempo no corredor direito para se aproximar da área portista e cruzar, tendo João Vasco atirado para a baliza.

A segunda parte começou praticamente com o Académico de Viseu a ampliar, graças a uma grande penalidade convertida por Paul Ayongo, um golpe que abanou os 'bês' portistas nos momentos seguintes

Já depis de os portistas terem pedido, aos 58 minutos, grande penalidade por suposta mão na bola de Pica, Francisco Conceição, sempre inconformado, reduziu aos 60 minutos, após uma jogada de insistência, tendo o central João Marcelo aproveitado uma sobra e empatado, aos 71.

No minuto seguinte, todavia, o Académico de Viseu recuperou uma bola no meio-campo adversário e João Vasco bateu novamente Ricardo Silva com um remate forte e muito colocado, fazendo o melhor golo do jogo.

O FC Porto correu atrás da igualdade, conquistou vários livres perigosos e Johan Gomez atirou poste, aos 85 minutos, com Ricardo Fernandes batido, mas o Académico de Viseu defendeu-se com 'unhas e dentes' e conseguiu segurar os três pontos.

Jogo disputado no Estádio Municipal Dr. Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.

FC Porto B - Académico de Viseu, 2-3.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, João Vasco, 14 minutos.

0-2, Paul Ayongo, 47 (grande penalidade).

1-2, Francisco Conceição, 60.

2-2, João Marcelo, 71.

2-3, João Vasco, 72 .

Equipas:

- FC Porto B: Ricardo Silva, Rodrigo Conceição, João Marcelo, Pedro Justiniano, Diogo Bessa, Francisco Conceição, Rodrigo Valente, Tiago Matos, Johan Gomez (Igor Cássio, 84), Gonçalo Borges (Boateng, 56) e Namaso.

(Suplentes: Ivan Cardoso, Mor N'diaye, Rafael Pereira, Rodrigo Pinheiro, Carlos Gabriel, Ebuka, Boateng, Gonçalo Brandão e Igor Cássio.)

Treinador: Rui Barros.

- Académico de Viseu: Ricardo Fernandes, Tiago Mesquita, João Pica, Mathaus, Jorge Miguel, Zimbabwe, Igor Araújo (Bruno, 46, Jeremias Puch, 88), Diogo Santos, André Carvalhas (Joel, 65), João Vasco e Paul Ayongo (Carter, 55).

(Suplentes: Janota, Jeremias Puch, Carter, Bruno, Yang Sena, Romy, Bondoso, Joel e Filipe).

Treinador: Pedro Duarte.

Árbitro: Fábio Melo (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Pica (18), Yuri Araújo (20), Jorge Miguel (22), Tiago Matos (58), Mathaus (67) e Ricardo Fernandes (80).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas