Feirense-Nacional, 1-1: Jogo com expulsões e pénaltis desperdiçados

Golos só apareceram na segunda parte

• Foto: Hugo Monteiro

Feirense e Nacional empataram este domingo a um golo na 9.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, num encontro em que ambas equipas desperdiçaram uma grande penalidade e acabaram com menos um jogador.

Ramires inaugurou o marcador para os fogaceiros na segunda parte, aos 68 minutos, já depois de Christian ter visto o segundo cartão amarelo, enquanto Bryan Rochez igualou através da marca de grande penalidade, aos 75'. O avançado falhou outro castigo máximo aos 83 minutos, tal como Boupendza, aos 87'.

Em Santa Maria da Feira, o primeiro lance de perigo surgiu já a meio da primeira parte e a favor dos insulares, num cruzamento de Brayan Riascos que encontrou Rochez ao segundo poste, mas o hondurenho falhou a emenda. O Feirense respondeu numa rápida transição ofensiva, Nsor colocou para a entrada de Fábio Espinho, mas o médio também não conseguiu acertar no esférico e, pouco depois, na melhor oportunidade da primeira parte, Gui Ramos cabeceou para uma boa defesa de Daniel Guimarães.

No segundo tempo, Christian viu o segundo cartão amarelo e consequente vermelho, o que abriu mais espaço à formação de Luís Freire, embora fossem as rápidas saídas do Feirense que estavam a causar mais perigo. Num pontapé de canto depois de uma dessas transições, a bola sobrou para um remate fraco de Ícaro, que Nsor ainda desviou para a trave e, na recarga, Ramires rematou para a baliza deserta, inaugurando o marcador, apesar da desvantagem numérica.

Pouco depois, o Nacional beneficiou de uma grande penalidade por alegada mão de Gui Ramos, chamado a converter Bryan Rochez picou e enganou Caio Secco, restabelecendo a igualdade. Nos últimos 10 minutos da partida, o Nacional beneficiou de novo castigo máximo, novamente para Rochez, desta feita o avançado atirou com força, mas Caio Secco acertou no lado e evitou o tento da reviravolta, enquanto do outro lado, o árbitro assinalou grande penalidade a favor dos fogaceiros. Chamado a converter, o recém-entrado Boupendza rematou por cima da trave e, já em cima dos 90 minutos, Júlio César viu o segundo amarelo e também foi expulso.

Jogo realizado no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira.

Feirense - Nacional: 1-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Ramires, 68 minutos.
1-1, Bryan Rochez, 75' (grande penalidade).

Equipas:

- Feirense: Caio Secco, Tiago Mesquita, Ícaro, Gui Ramos, Edson Farias, Ramires, Christian, Feliz (Elves Baldé, 88'), Fábio Espinho, Fati e Nsor (Boupendza, 71').

Suplentes: Brigido, Diga, Boupendza, Vítor Silva, Ricardo Silva, Elves Baldé e Ruca.

Treinador: Filipe Martins.

- Nacional: Daniel Guimarães, Kalindi, Rui Correia, Júlio César, Witi, Alhassan, Vítor Gonçalves, Rúben Micael (Paulo Vyctor, 89'), Brayan Riascos (Marco Borgnino, 64'), Bryan Rochez e João Camacho (Kenji Gorré, 73').

Suplentes: Framelin Ohoulo, Nuno Campos, Leonel Mosevich, Marco Borgnino, Kenji Gorré, Marcelo Freitas e Paulo Vyctor.

Treinador: Luís Freire.

Árbitro: Vítor Ferreira (AF Braga).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Christian (12' e 53'), Brayan Riascos (34'), Feliz (41'), Edson Farias (55'), Ícaro (74'), Caio Secco (76'), Kenji Gorré (78'), Fábio Espinho (80'), Júlio César (81' e 89') e Rui Correia (86'). Cartão vermelho por acumulação para Christian (53') e Júlio César (89').

Assistência: 1.919 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.